.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Participe
Envie a sua mensagem para aqui.


Quinta-feira, 8 de Fevereiro de 2007

...

5992.jpg


Ser mãe: Quando o ventre se torna sol
:: Wagner Borges
[Error: Irreparable invalid markup ('<mailto:>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<a href="http://fotos.sapo.pt/comunidade/pic/00073xw2/"><img src="http://fotos.sapo.pt/comunidade/pic/00073xw2" alt="5992.jpg" border="0"></a><br /><br />
Ser mãe: Quando o ventre se torna sol
:: Wagner Borges <mailto:> ::



()

Mãe, cresce em teu ventre um filho do Eterno.
A energia se condensa em volta da estrelinha espiritual.
O azul do Céu se junta com o vermelho da Terra.
O teu ventre vira um sol, e tua aura fica tão linda.

Que o teu útero seja uma casa abençoada!
Que as luzes do universo iluminem o lar do teu bebê.
Que tu sintas a pulsação da vida chegando a ti.
Que tu recebas o filho como um presente da Presença.

Que a história dele seja linda contigo.
Na linha do horizonte do céu de teu coração, brilha a aurora.
Em teu ventre, brilha o fogo estelar revestido de corpo da Terra.
Em teus olhos, o brilho da esperança e do amor.

Nos olhos do bebê, o brilho da vida florescendo na nova experiência.
Mãe, em teus olhos, e nos olhos do teu filho, o brilho da Presença.
Sabe, o Eterno cingiu espiritualmente tua fronte e disse:

"Querida, recebe uma de minhas estrelinhas, como se fosse tua.
Cuida dela com inteligência e carinho, sem deixares de ser tu mesma.
Ama-a e ajuda-a a crescer; mas sem que tu deixes de crescer também!
E não te esqueças: tu também és uma de minhas estrelinhas.
Tu eras menina; agora te tornastes mulher e mãe: percebes o ciclo da vida?
Por um tempo, minha estrelinha será tua; cuida dela como um presente".

Mãe, tua tarefa não é fácil; mas os poetas e os espíritos te compreendem.
Eles percebem o presente que a Presença te deu. Eles vêem o brilho!
Eles conhecem tuas esperanças e teus sonhos, apenas pelo brilho do teu olhar.

Eles olham para o teu ventre e vêem o sol; olham para ti, e vêem a aurora.
Eles vêem tua fronte cingida pelo Eterno. Eles sabem de onde vem a estrelinha.
Sim, os poetas e os espíritos de luz conhecem o teu presente.
Por isso eles se uniram para te homenagear, sob a luz da Presença.

Tu agora és mais do que mulher: tu és mãe! Tem um sol no teu ventre!
Saibas disso, querida, e sejas feliz.
Que a luz ilumine a jornada de teu bebê pelos caminhos da vida.
Que o amor te dê forças e coragem para ajudá-lo nessa travessia.

Que tu sejas uma inspiração para ele.
E, não te esqueças: além de mãe, tu és mulher também!
Não cuides apenas dele; cuida de ti mesma; cresça junto!
O bebê é uma estrelinha do Todo; mas tu também és!

Que tu brilhes muito; que o bebê brilhe; que a vida floresça...
Em todos os brilhos, o brilho da Presença que está em tudo.

(Esses escritos são dedicados a todas as mães; pelas noites de sono mal dormidas; pelos seios rachados de tanto amamentar; pelo choro de preocupação; pela paciência de agüentar muitas pirraças; pela coragem de aceitar a tarefa de educar uma estrelinha da Presença como se fosse sua mesma; pela força de suportar o próprio ventre virar sol; pela decisão de permitir o desenvolvimento de mais uma vida em seu ser, mesmo à custa de tanto sacrifício).



: <mailto:>
publicado por comunidade às 15:33

link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Pedro a 8 de Fevereiro de 2007 às 20:30
Aconselhoa a ler a tese de licenciatura do dr.Álvaro Cunhal pode ser que compreenda o porquê do aborto e da sua legalização num país tão pobre como o nosso ,onde gerar uma vida implica custos para a poder sustentar e alimentar.Olhe que Álvaro Cunhal teve como jurí de tese professores fascistas e ditos meninos católicos e teve a excelente nota de 16 valores no antigo Portugal FASCISTA.
De Demo a 8 de Fevereiro de 2007 às 21:25
Deixe-se de lirismo e seja real... liberte-se da hipócrisia e observe a realidade... deixe-se de tretas...
De lastpoet a 9 de Fevereiro de 2007 às 02:01
Ah pois também deixemos o lirismo
Camões já não é real
Marchemos para o abismo
Por um aborto legal.

Que tema muito actual
Tirar antes de sentida
Por uma vontade casual
A inocente vida.


De luis v a 9 de Fevereiro de 2007 às 00:06
Também é didicado a todas as mães que em determinada altura da sua vida fizeram uma IVG? E às mães que são pelo "sim"?
De luis v a 9 de Fevereiro de 2007 às 03:05
*dedicado*
De Raquel a 9 de Fevereiro de 2007 às 12:07
A questão não é se somos contra ou a favor do aborto. Sejamos realistas... existe! Aqui só está em causa de vamos permitir que as mulheres continuem a ser penalizadas e humilhadas em praça pública! Não façamos questão de pertencer a um país de hipócritas!

Comentar post

.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links