.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Participe
Envie a sua mensagem para aqui.


Quinta-feira, 8 de Fevereiro de 2007

despenibilizacao voluntaria da gravidez

parece que é a pergunta que vai ser colocada aos portugueses

e é a resposta que vai ser dada a quem fez a pergunta

o que eu não compreendo
tendo em consideração o que custa um referendo
que se faça essa pergunta

eu penso que é desnecessário

a grande maioria não está de acorso com o que diz a Lei

penso que bastaria aos representantes do povo na assembleia da republica modificarem a Lei

que penaliza a mulher por fazer um aborto

escusavam de gastar o nosso dinheirinho
e fazerem um referendo

é tudo foclore

o governo é como pilatos

pilatos lavou e limpou as mãos

e disse façam o que quiserem

é simples

basta modoficar a Lei

e a assembleia da republica

tem poderes para isso ...
publicado por comunidade às 19:32

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De luis v a 9 de Fevereiro de 2007 às 03:28
" Na vã guarda

Dizem os do "Não" que a penalização da IVG coloca Portugal na vanguarda da defesa da vida, ao contrário de países como a Suécia, a Alemanha ou os Estados Unidos. Mas há quem esteja mais à frente: Angola, por exemplo. Em Angola, dez por cento das mortes maternais têm origem no aborto clandestino e a pena de prisão pode ir até aos oito anos. A polícia tem até piquetes nos hospitais para interrogar as mulheres que chegam com complicações pós-aborto. Temos muito a aprender com Angola. Se não continuarmos na vanguarda, ficaremos pelo menos na vã guarda."


Rui Tavares
http://sim-referendo.blogspot.com/2007/02/na-va-guarda.html
De Anónimo a 9 de Fevereiro de 2007 às 09:22
Só quem esteja de má-fé pode considerar que o caso de Angola é realmente promotor do direito à vida. E luís v. está farto de saber (porque há pelo menos três meses que lho dizemos neste blogue) que o caminho da mera repressão não é nem nunca foi o do «não». Não comparemos o incomparável.
E não vale a pena tentar confundir as coisas. Nesta altura do campeonato, quem já conseguiu ver a luz no meio de tanto nevoeiro demagógico já não vai deixar de a ver.
De luis v a 9 de Fevereiro de 2007 às 13:05
O anónimo e o eterno retorcer das coisas!

Do lado do "não" tem aparecido muita gente a dizer que Portugal está na vanguarda da defesa da vida por perseguir as mulheres que abortam chamando-lhe enganadoramente de "defesa da vida". Logicamente, nesta matéria, Angola também está na vanguarda da defesa à vida (não percebe a ironia nisto?). Vocês é que o dizem.

"o caminho da mera repressão não é nem nunca foi o do «não»"

Quem vota "não" quer a repressão e a clandestinidade, é o que se segue directamente à continuação da proibição. Resume-se a isto.
De kavkaz a 9 de Fevereiro de 2007 às 12:30
Referendo: «sim» vence com uma diferença de 6 a 21 pontos

O «sim» no referendo sobre a despenalização do aborto vence nas cinco sondagens publicadas hoje, com diferenças sobre o «não» que vão dos seis aos 21 pontos percentuais e valores da abstenção entre 18 e 45 pontos.

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=262043

O SIM deverá ganhar porque é mais justo e sensato.

Pretende ajudar as mulheres e retirá-las da clandestinidade! Dar-lhes a possibilidade de escolha em vez de as perseguir e humilhar por lei.

Voto SIM com responsabilidade e maturidade !

Comentar post

.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links