.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Participe
Envie a sua mensagem para aqui.


Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007

A LIBERDADE NA DEMOCRACIA

Alguém escreveu neste fórum:


«Não admito lições de moral de ninguém.
Não admito que ninguém se meta na minha vida
Obviamente vou votar SIM»


Como é o argumento de muitas pessoas, quero tornar a minha resposta
pública:

«Ninguém é livre para decidir sobre a vida (e a morte) de outrem. Afinal não
foi isso que quis dizer quando disse "Não admito que ninguém se meta na
minha vida"?.

Ninguém é livre para decidir quando a sua decisão afecta a liberdade dos
outros. O princípio de liberdade promovida por todas as socidades
democráticas é "a liberdade de um indivíduo termina onde começa a do outro".
Mas se não está contente com a base e funcionamento de uma sociedade
democrática pode sempre escolher uma nação onde prevalece o regime da
tirania. Ainda há muitas...
Será que consegue ouvir o bébé no ventre materno a dizer o mesmo que você
disse: "Não admito que ninguém se meta na minha vida"?

Hugo Pinto
http://simvidanaoaborto.blogspot.com
publicado por comunidade às 16:42

link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De kavkaz a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:19
Hugo Pinto

Você está a falsificar, propositadamente, a realidade.

É mentira o que diz !

Às dez semanas o feto não fala, não ouve, não tem cérebro , não sente.

Por isso, quando você afirmou:
«Será que consegue ouvir o bébé no ventre materno a dizer o mesmo que você disse: "Não admito que ninguém se meta na minha vida"?»,

está o Hugo Pinto a mentir descaradamente e a afirmar uma coisa IMPOSSÍVEL e MENTIROSA.

Está a ser demagógico e a mentir a Portugal !
De correcção a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:32
demagógico diz-se do assunto. A pessoa que pratica demagogia chama-se demagogo...
A propósito... Admira-me que não saiba essa palavra... Uma pessoa que vê um todos os dias...!
De kavkaz a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:52
Eu disse "está a ser demagógico» e estava relacionado com o assunto que tinha escrito !

Você Não entendeu. Talvez por isso se recuse a compreender a realidade da Vida e pensa que o aborto clandestino deva continuar, apesar de parecer que Não existe.

Votar SIM é querer mudar a realidade e lutar contra ela. Votar Não é manter a lei igual, como está. Inaceitável !

Cumprimentos
De Hugo Pinto a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:56
Quem mente é o senhor.
Leia qualquer relatório da ciência fetal e saberá que com 10 semanas o feto já sente. E se sente fala. O coração já bate e por isso fala. Fala com os sentimentos, fala com o coração, que é coisa que os do "Sim" têm muita dificuldade. Só falam a linguagem do cómodo e do confortável.
A propósito, já encontro algum país de regime de ditadura para viver?
De Carlos a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:30
Você está confuso, de certeza.
Então preconiza, e bem, que "a liberdade de um indivíduo termina onde começa a do outro".
Mas como diz tratam-se de individuos, não de fetos, nem embriões, mas de individuos.
Actualmente a máxima é: a liberdade de um individuo termina onde começa a de um embrião.
Com isto não concordo.
De Hugo Pinto a 9 de Fevereiro de 2007 às 19:01
Sabe qual é a sua sorte?
Foi a sua mãe não concordar consigo quando o gerou.
Já está mais que provado pela ciência médica e fetal, que o feto é vida humana. Quer concorde, quer não.
De individuos pequenos a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:41
Para já, chama-se feto a um bebé com 10 semanas, depois, obviamente que a vida de um individuo começa desde a sua estadia na barriga da mãe.
De Apelar ao Ego a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:45
O “sim” apela ao egocentrismo e egoísmo puro, apenas quer que as futuras mães pensem em si próprias ignorando o feto… É só eu eu eu eu eu eu eu eu eu. Apelam ao egoísmo puro, à falta de fé no futuro, apelam a ignorar o filho que lá está na barriga por responsabilidade delas, apelam a que não sejam obrigados a trabalhar para sustentar os filhos. É apelar à degradação completa do ser humano. Apelar a que não se pense no bem dos outros mas apenas no próprio bem, mesmo que para isso tenha que passar por cima de uma vida em formação.
De kavkaz a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:57
O SIM é a favor da resolução dos problemas que a mulher sente.

O Não recusa-se a conhecer a realidade do aborto clandestino e pretende mantê-la Não alterando a lei.

O SIM é solidário, ajuda, apoia a mulher, á-lhe condições e pretende evitar mais abortos

O Não persegue-a, maltrata-a, prende-a. Não se importa que haja mais abortos clandestinos.

Votar SIM é juntar Portugal à Europa mais avançada !
De EXTRATERRESTRES a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:49
ANDAM AÍ OS EXTRA TERRESTRES... ESTÃO A QUERER DOMINAR A TERRA ATRAVÉS DE PROVOCAREM A DECADÊNCIA HUMANA
De kavkaz a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:58
SIM, você faz uns grandes filmes...
De Hugo Pinto a 9 de Fevereiro de 2007 às 19:04
Chamam-lhe muitas coisas.
O mais comum e próprio é "VERDADE".
Contra ela a mentira nada pode.
De carina a 10 de Fevereiro de 2007 às 14:17
e continuam a discutir sobre quando começa a vida do ser humano?!!?!
pergunto: morrer antes ouu morrer depois?
crianças nao desejadass sao muitas vezes vitimas de maus tratos..as que nao sao...nao tem condiçoes dignas para viver..11 semanas o fecto pode sentir pode ouvir, pode fazer uma porção de coisas..o facto e ..o aborto continuara a existir...e preferivel matar essa massa celular, do que deixar bebes sufocados dentro de sacos do lixo como se ve por ai..
se defendme a vida humana, deveriam defende-la tendo em conta, as possibilidades nao so financeiras ms também psicologicas das maes..pois nem sempre o metodo contraceptivo funciona, lembro a pilula deixou de ser comparticipada...e os preservativos d centro de saude sao bastante frageis...abram os olhos...ha maes com 13/14/15 anos...
o k fazem elas com uma criança???


...vot sim
De carina a 10 de Fevereiro de 2007 às 17:46
aquele ser ainda nao pensa em vda e em morte..mas se algum dia, ele viesse ao mundo nas condiçoes precarias em que muitos vivem, e sentindo-se rejeitados, tenh a certeza, q mts, preferiam ter sido abrtados..
De kavkaz a 11 de Fevereiro de 2007 às 20:28
SSSSSSSSSIIIIIIIIIIIIIIIMMMMMM !!!!!!!!!!!!!!


O SIM GANHOOOOOOOOOUUUUUUUUU !!!!!!

PARABÉNS PORTUGAL !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

VIVA PORTUGAL !!!!!!!!!!!!!!!

Comentar post

.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links