.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Participe
Envie a sua mensagem para aqui.


Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007

Por favor não!

Nestes últimos tempos tenho assistido embasbacada a este debate sobre a
despenalização da interrupção voluntária da gravidez "se realizada, por
opção da mulher, nas primeiras dez semanas, em estabelecimento de saúde
legalmente autorizado?"...

Sei que já "tudo" se disse, mas acho que o que eu penso e sinto sobre o
assunto é tão importante como o que pensa e sente sobre o assunto qualquer
outra pessoa. Por isso, escrevo.

Matar é crime. Alguém o nega?

O que acontece quando é encontrado um feto num caixote de lixo, ou o cadáver
abandonado de um bébé recém-nascido? Horror! Notícia de primeira página nos
jornais e de destaque nos telejornais!

O que aconteceria se uma mãe (ou um casal) matasse a sua prole por não a
poder sustentar ou porque não se encontrasse em condições psicológicas para
o fazer??? Só dificilmente não seria atacada em praça pública. Aliás, o que
têm sido as reacções populares aos últimos casos de maltratos e assassínio
de crianças?

E... Será que alguém pensa em começar a matar os idosos ou os doentes porque
já não são úteis ou dão demasiado trabalho??? Ou a eliminar os pedintes e os
sem-abrigo porque não criam riqueza??

Acho fantástico aquele argumento... "O aborto existirá sempre de qualquer
forma"... também o tráfego de droga, também os roubos assassínios, também a
corrupção... Será que os vamos "despenalizar" também?

É claro que compreendo perfeitamente que seja triste uma mulher (tantas
vezes quase ela uma criança) passe, numa altura necessariamente difícil da
sua vida pela humilhação de um julgamento ou pela ameaça de uma estada na
prisão... mas... nada justifica eliminar-se uma vida... E um embrião ou um
feto são Vida. E não são mais Vida após as dez semanas do que antes das dez
semana. Alguém me prova o contrário?

E quem comete um crime, deve ser responsabilizado! Não tem que ser com pena
de prisão... arranje-se alternativas pedagógicas: trabalho comunitário, por
exemplo.

Na minha opinião, isso sim, deviamos, isso sim, co-responsabilizar, por cada
aborto efectuado, a sociedade que não forma nem informa adequadamente a mãe,
e que não dá alternativas de Vida para essa criança! Devia-se
co-responsabilizar a família da mãe que a ostraciza por uma gravidez
indesejada - "o que irão pensar os nossos amigos?! e que porventura nunca
sequer abordou com ela, de forma adequada, o tema da sexualidade e do
planeamento familiar... Devia-se responsabilizar cada um de nós quando
passivamente deixa que as coisas aconteçam, quando nos abstemos de intervir
por comodismo ou porque "fica mal".

Chamar-me-ão "retrógada"... se o movimento na Europa se orienta para a
"despenalização"... porque é que Portugal fica para trás? Não, meus
queridos, estámos é "à frente". Abolimos a pena de Morte. Muito me orgulho
eu disso. Este referendo é o primeiro passo para a institucionalização da
Pena de Morte! A seres inocentes de quem nem teremos oportunidade de
conhecer o potencial...

Não, a mulher não tem o direito de escolher se a criança deve ou não viver.
Prefiro que ninguém o faça, mas aceito que quem quiser se suicide. É
livre-arbítrio. Decide sobre si. Não que possa matar Outro. Quantas mulheres
hoje convivem com o fantasma do que o seu filho ou a sua filha teria sido? E
com o remorso de uma decisão de pena capital?...

E o pai, não tem voto na matéria? Homens, já pensaram o que é ser concebido
um filho ou filha vosso/a e sem que se possam pronunciar, essa vida ser
interrompida?

Lutemos por cada ser único e irrepetível que será morto se neste referendo
ganhar o Sim. Lutemos por uma sociedade responsável que suporta a Vida e diz
não à manipulação que acaba por ser o que este referendo é.

Lutemos por um Portugal de Vanguarda. Em que cada qual tem a Liberdade de
Decidir de Si (não dos outros) - e a Responsabilidade de Assumir essas
Decisões.

Eu Voto NAO.

Natacha Soares

"The key to every man is is thought" (R. W. Emerson)
publicado por comunidade às 22:26

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De kavkaz a 11 de Fevereiro de 2007 às 20:18
SSSSSSSSSIIIIIIIIIIIIIIIMMMMMM !!!!!!!!!!!!!!


O SIM GANHOOOOOOOOOUUUUUUUUU !!!!!!

PARABÉNS PORTUGAL !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

VIVA PORTUGAL !!!!!!!!!!!!!!!

Comentar post

.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links