.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Participe
Envie a sua mensagem para aqui.


Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007

...

Um dia li uma frase brilhante "O que interessa não é o que pensamos, mas a forma como pensamos". Não importa se sou de direta ou esquerda, católico ou
ateu, o que interessa é se respeito os outros ou não. Vital Moreira num programa Prós e Contras, defendeu que a "vida não é um valor absoluto". Entre outras coisas falou em "guerras justas", (o que devia ter envergonhado quem se sentou ao seu lado). Ou seja pode ser de esquerda, mas como a sua forma de pensar é totalitária, age como o Sr. Bush. Mas nem todos os que votaram "sim" são como ele. Há gente que votou "sim" com um sincero sentimento de estar a fazer o que é justo. Pelos mais variados motivos (nisso o Sr. Moreira tem razão - parece que a sociedade civil nãocondena o aborto) podem simplesmente chegar à conclusão errada. Mas como o Sr. Moreira parece desconhecer as mentalidades mudam. E muito rápidamente.Veja-se o caso da pedofilia. A mentalidade da sociedade mudou drasticamente acerca dela. O trabalho que resta fazer a quem votou "não" é mudar também esta mentalidade em relação ao aborto. Não resta outro caminho: apoiar quem precisa e mudar as mentalidades.
Max
publicado por comunidade às 09:25

link do post | comentar | favorito
|
21 comentários:
De Peter Pan a 12 de Fevereiro de 2007 às 09:54
Os argumentos e o desespero dos partidários do Não são completamente rídiculos, agora até o Bush é levado para esta conversa como totalitário. Que ele o é, também eu sei há muito tempo mas acho estranho virem tocar neste assunto até porque esse sr. também é partidário do Não no seu país. E se bem me lembro quem apoiou os seus desvarios no Iraque até foram pessoas ligadas à direita conservadora católica portuguesa (partidários do não). Ou será que vos tá a sair a boca para a verdade que vocês são realmente uns totalitários.
De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2007 às 10:34
CADA PAÍS TEM O QUE MERECE. E ESTE PAÍS, EM QUE MAIS DE METADE DAS PESSOAS PREFERE NÃO DIZER NADA QUANDO SE LHE PEDE UMA OPINIÃO SOBRE UMA QUESTÃO DA MAIOR IMPORTÂNCIA, MERECE CONTINUAR A SUA CAMINHADA DESCENDENTE RUMO À DESUMANIDADE, CHEGANDO, COMO CHEGA, AO PONTO DE A CONFUNDIR COM O PROGRESSO! A História prova que há povos que só aprendem e só se erguem quando batem no fundo...
Pessoalmente, vou continuar a lutar na prática pelos valores que defendo, porque estou plenamente convicta de que é neles que qualquer homem ou mulher pode encontrar a felicidade e de que é sempre possível melhorar este mundo e torná-lo mais humano. Perante a infelicidade dos outros, continuarei a não baixar os braços nem a esperança, porque é isso que Deus espera de um católico coerente e empenhado. São as almas de todos aqueles que ontem passaram a ser condenados à morte que mo exigem, hoje e sempre!
O Peter Pan vive eternamente num mundo lindo, mas que não existe, e recusa-se a crescer para não ter de enfrentar o mundo real. Não é isso que quero para mim nem para a sociedade onde vivo...
De Peter Pan a 12 de Fevereiro de 2007 às 19:32
Primeiro que mais nada Peter Pan é a minha alcunha quando era adolescente, Segundo tenho 29 anos e sou ateu porque acredito na lógica e na racionalidade e porque tenho os pés bem assentes na terra não vivo de dogmas nem de misticismos para compreender o que se passa á minha volta nem para dar sentido á minha vida. Pois ao contrário do que afirma eu vivo no mundo real onde a pobreza, o racismo a intolerância são o pão nosso de cada dia. O sr. diz que quer tornar o mundo mais humano, também eu quero, mas isso só se alcança com a justiça social e tolerância não é a caridade que vai resolver, a caridade apenas vai prolongar os males das sociedades em que vivemos, porque os problemas concretos que são o trabalho, a saúde e a educação esses aínda estão para resolver. E quando a mulher aborta pensa é nisso, que não tem condições materiais e humanas para criar os seus filhos. E isso é crime? Querer ter o melhor para os seus é crime? Para mim crime é as pobres coitadas abortarem sem condições nenhumas, e resultado disso coitadas ficarem com sequelas físicas e psicológicas que por vezes levam á própria morte. Para mim Deus não existe, mas se existisse seria tudo menos preconceituoso como vocês são, aliás ele haveria de andar muito contente com a instituição igreja e com a quantidade de crimes que foram perpetrados em seu nome ao longo destes últimos 2 milénios. Mas não julgue que eu só penso isto dos católicos porque todas as outras religiões são iguais existem é para alienar as pessoas dos verdadeiros problemas. Veja o maravilhoso filme O Nome da Rosa escrito pelo Umberto Eco e realizado pelo Jean-Jacques-Annaud e depois diga-me qualquer coisa.
De jl Viana da Silva a 12 de Fevereiro de 2007 às 10:12
O sim ganhou em 2007:

Em 98 gannhou o Não. Que mudou para que tal acontecesse?!

O esoterismo tornou-se a cultura predominante, o sexismo também, e a pornografia... O Sim ganhou na sequência- é consequência- desta alteração cultural!

[Duas religiões e racionalismo: Quer dizer que o Sim ganhou pela emergência do esoterismo, esta religião fundamentalista é a grande promotora e ganhadora do referendo este ano! O catolicismo e o racionalismo foram derrotados por esta religião prevalecente e na moda!!!]

Falar em lei sem ter isto em conta é pior que ignorar a vinculação do referendo!!!
De O que mudou a 12 de Fevereiro de 2007 às 10:41
Vendem-se caveiras nas roupas nas lojas mais da moda em todos os centros comercias, piercings, tatuagens horrorosas, cantam-se musicas diabólicas e são patrocinados espectáculos de rock onde a droga e a libertinagem são moda, ao aceitar este tipo de coisas os jovens e outros estão a modificar o seu posicionamento no mundo ficando do lado da morte e das trevas. Vai-se a bruxas para adquirir bens e posição nos empregos (vender alma a satanás ) e são mesmos estas que pedem sacrifícios de animais e até de crianças, e assuntos tão "nobres" como o futebol enchem estádios e movem corações, o que está a dar é botas e cintos com pregos, e chamar retrógrados àqueles que apelam à vida... o que é bom é fingir que faz filhos e gozar o momento que depois qualquer faquinha no ventre resolve o empecilho . O que está a dar é fingir que acompanhar a crista da onda da decadência da Europa é evolução...
Precisamos é de gente que olhe o mundo não como uma grande fonte de negócio mas sim como a nossa casa onde não fazem nenhuma falta gente má.
Gente má não pode viver sem gente boa mas gente boa pode bem passar sem gente má. A corja de parasitas que vivem à custa de enganar os outros e tirar partido da sua bondade.
De ultrasilent a 12 de Fevereiro de 2007 às 10:50
LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL.
Só espero que não esteja a falar a sério. Isto é demais!
De ... a 12 de Fevereiro de 2007 às 11:00
para quem é cego, até um palmo à frente do nariz é demais
De o que mudou a 12 de Fevereiro de 2007 às 10:58
e é claro que a pornografia é um factor muito importante para essa decadência e com a TV da moda que tem canais pornográficos gratuitos e a internet tudo ficou muito facilitado para o diabo que assim manipula as mentes infantis e as desvia do seu caminho de luz para um caminho de trevas.
Agora é normal e instituído que o sexo é para se fazer por direito, dá a impressão que todos nascemos com órgão especial para divertimento quando se chega à adolescência. Depois as modas instituídas, principalmente para as mulheres, é de uma arrogância estrema, defraudando tudo e todos, não se pode estar em lado nenhum que não apareçam determinadas raparigas, completamente provocantes a mostrar tudo e mais alguma coisa como se os outros que estão na sua vida fossem obrigados a ver os dotes sexuais das meninas. Qualquer pessoa é livre de poder estar em qualquer lado sem ser importunado por calças metidas sabe-se lá por onde, e por fios dentais a sair pelas calças e trinta por uma linha. Cada um tem direito de ter problemas de saúde e não estar sempre a ver essas coisas. Qualquer adolescente tem direito a crescer sem ser influenciado por sensualidade. Os rapazes perdem anos escolares por ficarem malucos com as meninas que se despem e se oferecem e muitos são lançados nas ruas, droga, arrumadores etc porque em certo dia se relaxaram da vida por não conseguirem seguir o que a sociedade doente lhes mostrou ocmo bom mas que afinal é doentio. é preciso acabar com a libertinagem, todos têm direito a escolher a sua direcção sem serem influenciados pelos negociantes do sexo. O negócio de sensualidade é uma chaga que deve ser banida da sociedade porque a apodrece. Essas mulheres que vendem a imagem para revistas deveriam ser responsabilizadas e as próprias revistas também. Nenhuma dessas coisas faz falta na sociedade e o único efeito que tem é estragar o que é bom
De ultrasilent a 12 de Fevereiro de 2007 às 11:30
Epah... Era a sério. Eu pensava que isto já não exisitia. Bom, parece que adoro Stanás. Obrigado pela informação. E (oh meu Deus!!) hoje tenho uma camisa preta vestida! Vou para o Inferno! Preparem as fogueiras. Vou-me entregar à Inquisição.

(O totalitarismo e o fanatismo religisioso são formas de impotência)
De Satã a 12 de Fevereiro de 2007 às 18:41
Acho que este comentário merece direito de resposta da minha parte.
Nr.1: " com a TV da moda que tem canais pornográficos gratuitos e a internet tudo ficou muito facilitado para o diabo que assim manipula as mentes infantis e as desvia do seu caminho de luz para um caminho de trevas. "
Bom, sobre isto tenho a dizer várias coisas... Em primeiro lugar, o meu trabalho não é nada fácil. Sou mal pago e não tenho férias. É um inferno.
Em segundo lugar, tenho que me queixar da concorrência desleal de alguns padres da Igreja católica que andam a manipular as "mentes infantis" e a desviá-las "do seu caminho de luz para um caminho de trevas" e assim a retirar-me clientes. Isto é uma vergonha e o Papa não faz nada, fugindo às suas responsabilidades!
Nr. 2: Em relação às roupas das meninas, tenho que dizer que aprovo. A estética é importante. Quem não sabe aproveitar que não aproveite.
Nr3: Suponho que qualquer adolescente tenha direito a crescer sem sensualidade. Mas o masoquismo ainda não é a regra e ainda bem.
Nr. 4: Esses tipos vestidos de preto que andam com a mania que me veneram e não sei quê. Epah, são tipos porreiros para ir beber uns copos e não sei quê. Mas são só uns meninos. Não são satanicos coisa nenhuma. Aliás, só dão má publicidade...

Ah, e como Nr5: Eu, Satã, aqui declaro que sou CONTRA a despenalização do aborto e congratulo-me por a igreja católica se aliar a mim nesta causa
De Peter Pan a 12 de Fevereiro de 2007 às 21:17
A hipocrisia continua você lembra-se do Padre Frederico? Você nunca ouviu falar quando se fazem escavações em conventos se encontram sempre cadáveres não só por serem antigos cemitérios mas também de pequenos fetos de filhos que as freiras tinham (deviam ser por obra e graça do senhor) com os padres e abortavam. O crime do Padre Amaro do Eça de Queiroz acha que é só ficção ou não acha que ele retirou a ideia dessa obra de uma realidade a que ele assistiu? Essa é a maior mentira da Igreja Católica, o celibato. Apregoam o amor eterno a Jesus e na prática são tão promíscuos como os outros. Mas você sabe porquê? Porque são seres humanos e como tal tem defeitos e virtudes e também amam e tem desejo como os outros. Até quando é que essa palhaçada vai continuar? Excelentes padres são impedidos de praticar o seu sacerdócio porque optam pelo amor terreno e a igreja excomunga-os? Até quando seus hipócritas é que esta palhaçada vai continuar? Mas como o motivo de conversa é o aborto, muitas dessas senhoras do Não é que costumam ir a Badajoz, mas depois as pobres de cá é que eram presas e humilhadas. É só hipocrisia.
De Nuno Carvalho a 12 de Fevereiro de 2007 às 11:20
Fico chocado, com os comentários do não, aqui dentro.
Vocês devem viver na idade, media, e devem ser apoiantes da inquisição.
Devem julgar que a inquisição vou das melhores coisas, que o nosso país já teve.
Aconselho a verem o estudo feito pelo Sic.
A Maioria das pessoas que votou, soa pessoas casadas e com filhos.
Eu votei sim. Não vendi a minha alma a ninguém. Não ando vestido de preto, a apoiar Satanás.
Pelo contrario sou uma pessoa com valores, se calhar valores muito maiores que o vossos. Sou ama pessoa de princípios, incutidos pelos meus pais. Que me educaram muito bem.
Vocês, pelo contrário são fundamentalistas, que não respeitam a liberdade, nem a democracia.
De ... a 12 de Fevereiro de 2007 às 12:37
Eh pá...parece que temos que vir para aqui deitar água limpa para os olhos dos cegos que não querem ver... É claro que não é preciso andar vestido de preto para ser influenciado por toda a decadência da humanidade... É claro que quem usa primeiro as modas e quem as lança vai à frente de uma evolução decadente onde todos vão a ser puxados ainda que numa posição aparentemente deslocada dessas aves raras que introduzem as modas decadentes ... Você fala de idade média mas a idade média está naqueles que fecham os olhos àquilo que está certo em prol do que está errado e é seguido por muitos... apenas esta idade média é no século XXI... É a idade médias da podridão, do apelar à ignorância , do aproveitar dos ignorantes, da manipulação das grandes massas... fundamentalismo é ter uma ideia maquiavélica e usar a ignorância do povo para a fazer prevalecer , ou por acaso perguntam ao povo se querem portagens, impostos, parquímetros , etc etc ... só perguntam aquilo de que querem lavar as mãos por ser hediondo e que vai dar dinheiro, porque das outras coisas são senhores e reis para decidir.
De Nuno Carvalho a 12 de Fevereiro de 2007 às 14:33
Não venhas com essas histórias para cima de mim. De manipulação massas, porque eu penso pela minha cabeça. Mas não sei se reparou, que o senhor, é que está com ideias, medievais. Pq. Querer impor a sua opinião aos outros. Eu gosto de viver num sociedade livre, em que a minha liberdade acaba onde a liberdade do outro começa. Cada um de nós e livre de fazer o que quer desde que não interfira com a liberdade dos outros. Façam ele o que fizerem, seja ele homossexuais, gostem de pornografia, utilizem a prostituição, ou tenham fetiches estranhos.
O senhor quer pegar no seu conceito de moral, e obrigar, os outros a segui-lo como se tivéssemos na idade media.
Eu acho que tudo deve ser permitido, e não temos nada a ver com isso, desde que não interfira com a nossa liberdade. Que comichão, lhe faz que o seu vizinho seja gay ? Ou o outro veja sites pornográficos? O que tem o senhor a ver com isso?
E se a sua vizinha quiser fazer um aborto.
Depois eu é que sou medieval? Cada pessoa tem a sua moral.
E é isso que eu defendo, ao despenalizar o aborto, não estou a obrigar ninguém a abortar. Ao contrário o senhor quer impor a sua moral aos outros. E vai mais longe. Não só em relação ao aborto, como em relação a sua total noção de moral.
A minha moral é uma, Não faças aos outros aquilo que não queres que faças a ti. E faz aos outro o que queres que façam a ti.
Já sei qual vai ser o seu comentário a seguir por isso deixo já a resposta. È em relação á liberdade do feto. Deixo já a resposta, não considero um feto de 10 semanas um ser humano na sua verdadeira ascensão da palavra.
De jl Viana da Silva a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:24
Nuno Carvalho:

E que é que tu tens contra a liberdade do Feto?!

(e não digas que o feto não tem liberdade, se não lhe tocares ele desenvolve-se, em bébé...!! Se lhe tocares não, portanto, tocando-lhe estás a ir contra a sua liberdade!
E tu não gostas que interfiram com a tua, pois, não?!..)
De Carla Duarte a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:41
Sr. Viana da Silva...

A liberdade do feto que tanto fala é a mesma de milhares de crianças portuguesas que são diariamente vítimas de maus tratos; em que todos os dias são maltratadas e em que ninguém ousa fazer algo contra... São as formações de clãs e famílias que nada têm a oferecer a estas crianças, apenas uma tigela de sopa no início de vida e depois jogam-nas para a rua, a mendigarem e a roubarem...

Essa liberdade que tanto apregoa, começa a partir do momento em que uma criança nasce no seio de uma família que não lhe pode oferecer bem-estar.... São crianças que se tornam todos os dias delinquentes e marginais à lei, aquelas mesmo que você passa todos os dias e quando lhe pedem um pouco de comida, deixe-me adivinhar a sua cara a torcer o nariz e a seguir o caminho em frente..!!! Chega de hipocrisias....
Não é o que está em causa, mas eu daria dinheiro dos meus impostos para uma mulher fazer um aborto sim... muito mais a estes casos que a uma casa de chuto, ou antes, sala de injecção assistida... Quem sou eu e quem é o senhor para julgar as mulheres que cometem o aborto?

Falam tanto que a mulher se engravida terá de aceitar com as consequências, então eu pergunto.... que consequências tenho eu de arcar para aturar delinquentes na rua, drogados mal cheirosos, quando eu nem sequer engravidei nem tenho filhos????
Vamos falar de moral??? A moral vêem-se nas fugas dos impostos, em que os grandes senhores acabam por se "esquecer" de incluir mais uns bens...

É aqui que começa a lei do feto, das crianças... o que quer que seja!

De Nuno Carvalho a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:48
Eu já respondi.
Mas não considero um feto de 10 semanas com um ser humano na sua verdadeira ascensão da palavra. Acho que um feto, de 10 semanas, ainda não possuis as características que nos distinguem do resto dos animais.
De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:58
No ventre de uma mulher estará um animal? É isso que diz!?
Não tem características que nos distinguem dos restantes animais? ... Realmente há cada comentário... o seu ADN é de quê?
A criação in vitro diz-lhe alguma coisa? Sabe perfeitamente que um ser humano é genéticamente diferente de qualquer animal logo à fecundação, pois os seus cromossomas são únicos e humanos!
O Sr. não teve 10 semanas para estar aqui!?

De Nuno Carvalho a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:39
Tanta ignorância cientifica.
Sempre a brincar com palavras. Nos seres Humanos somos também animais. Mas animais racionais. E como todos os animais, temos o ADN, que têm a informação da nossa espécie. E ai está a diferença, eu não acredito que o Feto de 10 semanas é o ser racional. Dai não diferenciado das outras espécies.
De ultrasilent a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:53
As diferenças genéticas não são assim tão grandes. Mas essa não é a questão. O feto, sendo um potencial ser humano, não é uma pessoa de direito. Logo o aborto é um "crime sem vitima". Um crime sem vitima não deve, na minha opiniao, ser punido por lei. O casamento entre homosexuais é outro exemplo. A barreira das 10 semanas é necessária para prevenir abusos. Mas também podiam ser as 12 ou as 14...
De Peter Pan a 12 de Fevereiro de 2007 às 19:51
Deves estar a falar do Bagão Félix e do Paulo Portas de certeza.

Comentar post

.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links