.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Participe
Envie a sua mensagem para aqui.


Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007

Fiquei chocado

image.jpg


Fiquei chocado e enojado, pela alegria demonstrada pelos simpatizantes do
sim especialmente as mulheres, quando souberam da vitória.
Pareceiam que tinham ganho o Euro Milhões.
Como é possível haver tanta alegria pela morte.
Deviam cada elemento do sim visitar as clínicas que fazem o aborto e ver os
restos do que era uma vida em crescimento, e depois darem pulos de alegria

Deviam ver na Internet dezenas de filmes que mostram de uma maneira clara o
que resta depois de um aborto, são simplesmente cenas, que nos deixam
horrorizados .
Se tiverem coragem vejam aqui, neste endereço:
http://www.youtube.com/watch?v=XpH9FO2GeEs
Em que mundo vivemos, quando há festa e alegria, pelo sofrimento e morte de
um pequeno ser humano em crescimento.
Quando vi tanta alegria, contentamento, satisfação.
Entristeci-me até ao amago.
Faz-me lembrar os filmes, em que os espectadores nos circos Romanos,
vibravam intensamente com as morte.
Contudo há um que não dorme e tudo vè.
A Esse que criou o homem á sua imagem e semelhança, todos têm que prestar
contas.
Portugal juntou-se ao paises que nesta area da desvalorização da vida humana
está enchendo o cálice da ira de Deus.
E Isto num pais que se diz Cristão!!!!
Leiam com atenção
Salmo 130:14 Eu te louvarei, porque de um modo tão admirável e maravilhoso
fui formado; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem

15 Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado, e
esmeradamente tecido nas profundezas da terra.
16 Os teus olhos viram a minha substância ainda informe, e no teu livro
foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim,
quando ainda não havia nem um deles.
Que Deus tenha compaixão deste Pais, que com o pretexto de querer ser também
um pais moderno, deu um passo no sentido medieval.

António Ludgero
publicado por comunidade às 14:06

link do post | comentar | favorito
|
46 comentários:
De Sandra a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:11
Façam o favor de deixar Deus, Jesus Cristo e todos os santos e santas fora disto. já chega!

O SIM ganhou e com ele a possibilidade de as mulheres escolherem, de terem condições de higiene para realizar uma ivg .
A liberdade é isto: deixar que cada um tenha a sua opinião e que faça escolhas de acordo com a sua consciência .
O SIM não obriga ninguém a nada, só aborta quem quer, o Não nem dava hipótese de escolha!
De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:32
"A liberdade é isto: deixar que cada um tenha a sua opinião e que faça escolhas de acordo com a sua consciência ."

Também os assassinios fazem as suas esclhas... devemos aceitá-los e promover os homicídios por causa de deixar as pessoas agirem livremente de acordo com a sua consciência!
D. Sandra é para isso que existem as leis, para proteção dos indivíduos e na questão do aborto defendemos aqueles que nem a oportunidade de ver a luz do dia tem!
Lembrem-se que nós não somos contra a mulheres conforme querem fazer passar a ideia, somos a favor da vida de mãe e filho! Um feto, não é um tumor nem o apêndice da mulher... é um ser distinto... A mulher não é obrigada a ficar com um filho que não deseja, mas há outras soluções que passam sem necessidade de matar ninguém!
E a liberdade de cada um termina quando começa a do outro!
De Liberdade a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:39
É escusado... É estar a malhar em ferro frio...
Nem se pode falar de Deus porque acham que Ele tem que ficar de parte da sua obra. Não se acreditam em Deus mas têm mais medo eu sei lá.
Se não se acreditam poderiam deixar os outros falar (estariam a falar para o boneco, segundo eles), mas liberdade de expressão quer dizer para eles poder dizer bacoradas ignóbeis (é fino ser "irreverente" ou seja, não respeitar nada), quando os outros dizem alguma coisa de construtivo, chamam-lhes fundamentalistas, fanáticos e mais uma serie de impropérios que se aplicam realmente a eles próprios. O truque deles é pegar na indignação da razão e vestem-na eles próprios num acto de teatro puro. Realmente a única coisa que podemos pedir a Deus, é misericórdia por essas pessoas que se deixaram cegar, alguns talvez ainda possas ser libertos das garras malignas de satanás (ou se quiserem chamem-lhe outra coisa).
Liberdade é cada um respeitar o espaço de liberdade do outro, espaço esse que não pode colidir com a liberdade do outro a seguir, senão não é liberdade e sim fascismo (cada um segundo a sua vontade pisa o outro como quer) esta é a doutrina dos satanicos que estas pessoas engolem ao usarem na sua vida, caveiras, tatuagens, piercings (pratica usada em rituais satânicos em outros países e cá usada em ignorância mas que trás a mesma carga espiritual a quem usa). As pessoas não sabem destas coisas e proliferam essas lojas do maligno (senão digam-me qual é vantagem ou se de alguma forma é construtivo usar essas porcarias).
São completamente falsos, astutos e horrorosos, pegam numa suposta desigualdade que afectou as mulheres para agora se posicionarem como defensores das mulheres, como se este assunto do aborto fosse mais um passo de emancipação da mulher... Estão é manipular ceguinhos e muitas delas se deixam levar na onda e não percebem que a felicidade está em a mulher e o homem se respeitarem mutuamente e não em provocar uma divisão onde a mulher se quer posicionar uns degraus acima do homem julgando que pode decidir sobre a vida do filho que trás na barriga... Felizmente muitas não vão na onda e sabem que o único caminho é o amor e não o sexo e o feminismo ou machismo.
De cneves a 12 de Fevereiro de 2007 às 22:10
...e até os mentecaptos têm direito à existência!
Não atente contra a inteligência dos outros - já que ninguém consegue atingi-lo na sua, porque inexistente...
Celestino Neves
De cneves a 12 de Fevereiro de 2007 às 22:13
(comentário para o anónimo que escreveu "a liberdade é isto..."
Celestino Neves
De luis v a 13 de Fevereiro de 2007 às 00:49
Celestino Neves,

Tire-me uma dúvida. Há poucos dias criticou-me pela forma como me dirigia aos apoiantes do "não". Especificamente por dizer que eram hipócritas e demagogos. Como justifica o facto de agora chamar mentecapto a outro comentador?
De cneves a 13 de Fevereiro de 2007 às 14:07
Caro Luis V,
Nunca o critiquei pela forma como se dirigia aos apoiantes do NÃO - nem podia...
Mas já agora, gostava que me situasse - porque não é a primeira vez que um provocador usa o meu nome de forma abusiva (ainda ontem apanhei um comentário assinado por "Celestino Neves"...)
Um abraço
Celestino Neves
De jl Viana da Silva a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:33
Tua não és esotérico?!

E falas assim da religião dos outros?!!!!!!!!!
De jl Viana da Silva a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:36
onde se lê tua não és esotérico deve ler-se:

Tu não és esotérico?!
De cneves a 12 de Fevereiro de 2007 às 22:14
...olhó Zé Luis...
Celestino Neves
De jl Viana da Silva a 13 de Fevereiro de 2007 às 11:18
Acenda uma velinha com cherinhos, Celes-tino?!
De Filipa a 13 de Fevereiro de 2007 às 23:25
eu pergunto: e ao ser humano que cresce no ventre materno... quem dá oportunidade de escolha? nao me parece de todo correcto que numa sociedade dita justa e moral se defenda o homicídio (qualquer que seja a forma que este assuma). nao existe direito legitimo em pôr cobro à vida de outrem. esse é um direito q nao assiste a nenhum Homem, nem mesmo a bem da liberdade. A vida é um bem fulcral e supremo a ser respeitado.
Liberdade? Sim! mas antes! depois sao as consequencias, com as quais nao temos o direito de interferir, principalmente quando se trata de outro ser humano.
para terminar gostaria ainda de citar uma célebre frase: "a nossa liberdade acaba onde começa a liberdade alheia"
De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:14
Sim, sim, vamos todos arder no fogo do inferno, blá, blá, blá.....

De Carla Duarte a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:55
Com este referendo percebi:

EXISTEM BURROS À SOLTA!!!!

E ainda ninguém tinha dado conta...


Só lamento terem-se gasto rios de dinheiro com este referendo, por algo que devia ser legítimo:

O DIREITO À MULHER A TOMAR UMA DECISÃO!

Uma decisão dolorosa a tomar, se possível com o apoio de amigos e familiares, mas acima de tudo, com a dignidade de não ser julgada por ninguém, só por ela mesma, e pela consciência dela.

O castigo, acreditem, já é o bastante!

Agora aceitem os resultados, muito sinceramente também nunca pensei que os portugueses fossem tão retrógradas, não esperava uma percentagem tão alta do NÃO; mas enfim.... Aceitem e ajudem a fazer deste Portugal um melhor cantinho.... Pratiquem o vosso nÂO, junto de quem precisa de ouvir outra opinião, quem sabe se não é esta a vossa tarefa...

Melhores cumprimentos,
Carla



De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:01
É que nós procuramos fazer: um mundo melhor!...
É pena que haja tantos que preferem fazer dele uma anarquia e matarem os seus semelhantes...
De Carla Duarte a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:21
Concordo com a anarquia, especialmente se me falar nos políticos... Que fazem leis a pensar onde podem ir buscar mais "grana"...

Um feto de 10 semanas é um semelhante seu??? Meu não é, com todo o respeito que esta possível vida poderá ser um dia....
De burros a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:51
é triste chamarem burros a quem lhes pode ensinar alguma coisa... mas esta arrogância por vezes paga-se cara...
Por vezes custa-me pensar que o caminho deles é mesmo muito triste mas quem não quer ser salvo continua no seu burro e cego caminho.
Eles não querem matar os seus semelhantes... querem é despenalizar a mulher... depois para eles o que são uns bracinhos e umas perninhas e umas cabecinhas e uns corpinhos cheios de sangue, decepados e cortados? para eles esses não precisam de nada nem de ser despenalizados...
De Carla Duarte a 13 de Fevereiro de 2007 às 10:17
Meus caros senhores "burros"...

Chamo burros porque até agora não me ensinaram nada, muito pelo contrário, o mal é realmente os apoiantes do Movimento SIM à VIDA, como gostam de se intitular não responderem a todas as perguntas que se fazem... E a julgar pelos meus posts, também não vejo respostas aos meus comentários...
São burros sim... em vez de tentarem responder, para ver se aprendemos algo juntos, não, passam em frente, tal como passam em frente de mendigos, crianças famintas, como fecham as portas quando ouvem uma criança a ser maltratadas e nem a porcaria de uma chamada telefónica fazem... E ainda falam no direito à VIDA? À vida de quem? De crianças indefesas que o único mal que fizeram foi deixarem que elas vivessem??? Ou é naqueles convívios com parteiros que fazem trabalhinhos "por fora" que já viu os bracinhos e as perninhas??? Deve ser... deve...

O SIM ganhou agora só temos de nos juntar todos, os do SIM e os do NÃO para ajudar quem precisa...
Não sou a favor de subsídios para famílias... Desde os 19 anos que trabalho, nunca meti baixa, nunca fiquei desempregada, mas até hoje ainda não consegui reunir condições para criar uma criança... Não concordo com rendimentos mínimos e de subsídios que se dão a famílias que não fazem um "corno" e ficam à espera do fim do mês para receberem esse prémio! Sou a favor da VIDa sim, mas com todos os obstáculos que temos de enfrentar... a VIDA não é fácil e nem todos nascem em berços de ouro....

Ser mãe é um privilégio que nem toda a gente tem capacidade de acarretar por inúmweras razões que já foram mencionadas desde a criação deste blog!
De lol a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:12
Então é apenas um direito da mulher??? E quando é que o direito da mulher acaba e começa o direito do feto? É quando nasce? É quando tem 10 semanas? E se tiver 11 semanas?!?!?

Não estaremos aqui a discutir a liberalização de um crime? Não seria mais sensato manter a lei, ou seja, permitir o aborto nas condições já previstas: mal formação, violação,... ?

Lamento que tenha ganho o facilitismo.
De Carla Duarte a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:29
Permita-me que discorde ó lol!!!....

Vamos acabar é com a hipocrisia... A liberalização do Aborto não obriga ninguém a praticar o Aborto. Isso cabe a cada pessoa decidir. Neste caso a mulher sim, ou V. Ex.as não leu ainda ou ainda nunca falou com nenbhuma mulher grávida abandonada pelo namorado/marido?

Quem nunca apanhou um susto?

Conhece alguém que já tenha praticado o aborto? Falou com essa pessoa? O que faria para essa pessoa não se sentir pressionada a abortar, vendo no aborto a única opção?

Ninguém pergunta se o Sr. é a favor ou contra o Aborto, porque nessa questão, nem a minha resposta eu a dou... Sou a favor da despenalização e sim ao direito de escolha sim....

O mundo seria bem melhor se ao invés de apontarem os dedos aos "criminosos", lhes mostrassem um caminho... Pena que a maior parte das pessoas não faz nada. Falam, falam, falam e eu não os vejo a fazer nada!!!

Dahhhhhhhhhh....
De cneves a 12 de Fevereiro de 2007 às 22:16
Inteiramente de acordo, cara amiga...
Celestino Neves
De Joaquim a 12 de Fevereiro de 2007 às 16:58
São tristes estas divagações religiosas.
A igreja sim cometeu crimes hediondos em nome da sua "palavra divina", também a igreja matou quem livremente quis expressar os seus pensamentos em liberdade, também a igreja foi contra a utilização do preservativo, etc, etc, etc.....
Não se trata de uma questão de fé, mas sim uma questão de direitos Humanos, pois os abortos clandestinos não evitavam o fim de uma "vida", e sujeitavam as mulheres a enormes sofrimentos e humilhações. O aborto discriminalizado tentará evitar estas humilhações e perseguições, e até quem sabe a diminuição do número de abortos, por uma coisa lhe garanto, o Sr. não é mais defensor da vida do que os defensores do SIM. Pode ser igualmente dfensor, mas mais não é.

Joaquim Alves, casado e pai de uma menina maravilhosa.
De Manel a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:58
A igreja Católica cometeu esses crimes que eu saiba há muitos muitos anos e agora estão a ajudar a construir um mundo melhor, a não ser que vc queira ser responsabilizado pelos crimes que os seus antepassados possam ter cometido....
preservativo?????
o sexo não é para brincar. pode ser que algum dia aprenda isso se optar por pedir a Deus que o deixe ver outras coisas mais básicas.
De moralista =P a 12 de Fevereiro de 2007 às 18:29
Sexo não será para brincar. Mas olhe que como brincadeira não está nada mal
De Carla Duarte a 13 de Fevereiro de 2007 às 10:20
Responda lá a esta questão, por favor:

O senhor faz sexo?
Qual é o objectivo do sexo, afinal?

Olhe que procriar muito também faz mal ao corpo da mulher... pode vir a cometer algum crime por uso abusivo do corpo da sua mulher...

CUidado... Ahahahaha
De Nuno Carvalho a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:23
Meu amigo, eu vivo numa republica laica. Em que existe a diferença entre as leis e a religião. E dou-me muito grato por isso. Deixe os versículos da bíblia na gaveta, porque eu como céptico, não acredito neles. Mas também, nem a religião católica os segue.
Eu felizmente não sou baptizado (o que agradeço aos meus pais). E não admito que usem argumentos religiosos num sociedade, laica.
Mas para o meu amigo. Se calhar não sabe. Mas foram descobertos túneis secretos, que ligavam conventos de monges, e freiras. E sabe o que foram encontrados nesses túneis. Fetos Humanos. De abortos feitos por freiras, em que os pais eram os monges, e padres.
Deixem a hipocrisia de lado.
Quantas mulheres são pressionadas a fazer abortos, pelos pais das crianças, que pelos vistos são padres?
CHEGA DE HICOCRISIA.
De Carla Duarte a 12 de Fevereiro de 2007 às 17:33
Caro Nuno,

Muito bem dito, esqueceu-se de mencionar os casos de pedofilia, praticados por padres e a quem nunca a Igreja católica se pronunciou, nem para apresentar desculpas às vítimas....

E ainda falam em hipocrisias, não é???

Se isto não fosse tão triste, este cenário até podia ser confundido com uma "Conversa da Treta"... Ahahahah
De Nuno Carvalho a 12 de Fevereiro de 2007 às 18:02
Amiga Carla.
Se fossemos mencionar, todos os crimes cometidos pela igreja, católica neste aspecto, não saiamos aqui tão cedo. E teríamos de escrever um testamento maior, que a própria bíblia.
Beijinhos
Nuno
De ... a 12 de Fevereiro de 2007 às 18:09
malandros sempre os houve e possivelmente na igreja católica também, aliás até o novo papa quer acabar com o celibato porque ele não é obrigado segundo a bíblia e foi isso que provocou essas coisas. Quem matou e queimou também pode fazer abortos, mas aqui você está a dar razão porque está a admitir que essas pessoas maquiavélicas é que faziam abortos, aliás nesse tempo nem haviam ecografias para se saber o que lá estava e estamos a falar de tempos onde matar fazia parte das leis da época, entretanto muitos anos passaram e essas pessoas já morreram há muito tempo não podendo você nem ninguém vir imputar culpas aos actuais cristãos. Como não têm o que dizer, vão buscar crimes aos anais da história. Crime é crime e quem vê um feto formado com braços, pernas, cabeça, olhos etc e continua a dizer que não está ali um ser humano, é o mais pobrezinho dos seres que vive na face da terra.
De ultrasilent a 12 de Fevereiro de 2007 às 18:31
Pois existem em todo o lado. Mas nem toda a gente quer fazer desses malandros santos.
De Nuno Carvalho a 13 de Fevereiro de 2007 às 10:04
Meu amigo …
Por favor, informe-se antes de fazer qualquer comentário. O Actual Papa Bento XVI, é de um ramo dos católicos Ultra Conservadores. Por isso nunca estaria aberto a discutir o celibato dos padres.
Em relação aos túneis onde foram descobertos fetos, sim foi passado.
Agora, em relação ao resto, estou a falar de coisas actuais. A posição da igreja católica, face aos malandros como lhes chamou, é de protecção, e por todos os meios, esconder, muda-los de paroquia, etc. Mesmo com padres pedófilos. È triste, quem se debate a favor á vida, proteger Pedófilos.
São recentes (século XX), os documentos oficiais, e protocolos, de defesa dos padres pedófilos. E pior, culpabilizar as vítimas pelo acontecido. O mesmo em relação ás mulheres, que engravidaram dos padres. Vi-o o crime do padre amaro?
A igreja católica, continua com os memos dogmas e doutrinas, que defendeu durante séculos. Esconde os crimes de todos os seus membros. Vem-me o senhor falar, dos actuais cristãos? Continuam o mesmo, tentam é colocar uma fachada mais actual.
De Carla Duarte a 13 de Fevereiro de 2007 às 10:23

Já denunciou algum caso???

Por um acaso quantos crimes vê serem cometidos todos os dias e não faz nada?

Já veio para a rua fazer greve de fome sobre esta questão?

Logo vi.... É mais um que fala, fala, fala e não faz nada!!!
Ai senhores!!
De Modesto Melo Martins a 15 de Março de 2007 às 00:01
Caro Nuno de Carvalho,
Comento estre seu post porque para lhe dizer que
os túneis secretos por onde os monges iriam ao encontro das freiras foram abertos por seres humanos que, embora votado a castidade , a força da Vida - que luta em todas as circunstâncias por si
própria os "trai" também !
O ser humano tem fragilidades , como sabe , e toda a história da vida, que tantas vezes se faz por ínvios caminhos e crueis percursos , nem sempre a podemos julgar assim tão fàcilmente !
Porque criticar é fácil ... Principalmente fora do respectivo tempo. Por alguma razão os crimes
prescrevem ao fim de 20 anos ??? Veja Camarate !
Porque é difícil julgar já distantes dos acontecimentos , julgo eu !
Os padres sabem melhor do que ninguém que também são pecadores - e até se-lhes atribui a
frase "Olha para o que eu digo e não para o que eu faço"! E nunca ouvi um padre chamar-se de santo :
Quanto à República laica que somos - o mellhor era referendá-la - porque o que sei é sem o cristianismo não existiria Portugal - ou melhor sem o reduto de cristãos que se refugiaram nos montes das Astúrias e de lá voltaram a reerguer-se e a reconsquistar a Ibéria . Não sei isto lhe diz alguma coisa. A mim diz.
Não tem mais direito a ter orgulho em não ser baptizado do que eu tenho em sê-lo. Cada povo,
é o que é e nestas coisas - tenho alguma experiência de vida - e sei , minimamente , o que são as religiões e não quero saber mais do que os meus avós ...
Verifico é que, quem se afirma céptico , se preocupa por norma muito com quém é crente ...
Porque será ?
Saiba é que um crente , se por acaso estiver errado nunca saberá enquanto um descrewente ,
se estiver enganado , um dia sabê-lo-há !
Por isso, quanto entre amigos , falamos nesta angústia que é a de não sabermos nada de nada,
costumo dizer que a Fé ainda é o melhor e mais seguro investimento para qualquer mortal !
Pense e durma entretanto descansado.
Cordialmente.
Modesto Melo Martins



De Ana a 12 de Fevereiro de 2007 às 19:27
Por curiosidade fui ver o link q deu... realmente... k coisa chocante... principalmente chocante a maneira como querem convencer as pessoas q aborto é assassinio! Um video com uma quantidade incrivel de falhas cientificas! E mostrar akelas imagens para dar uma opiniao isso sim é desumano!

Eu aposto em como a maioria dakeles casos foram mortes naturais e usam as imagens para chocar as pessoas! Isso sim é ser-se desumano!

Eu aconselhava-o a ler um livro cientifico de desenvolvimento!!! Mas ja agora dou-lhe uma informaçao gratis... a vida de um feto NAO é independente do corpo da mae como diz no filme! É independente a partir da altura em q sobrevive ao ser retirado do utero, e só ha bebes prematuros a partir dos 5 meses de gestação mas com uma taxa de sobrevivencia mto minima! E sabe pk têm q ficar nas incubadoras? Pk os pulmoes ainda n estao completamente formados!

Mas isso nem vem ao caso neste referendo...

Cada qual tem a sua opiniao e fica mto bem as pessoas respeitarem as opinioes dos outros nao axa?
De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2007 às 21:12
eu tb n percebo.. fiquei mesmo muito triste e chocada.. parecia que as pessoas tinham ganho o euro milhoes, ou parecia que Portugal tinha ganho o Mundial.. juro que nao percebo como é que as pessoas ficm felizes com a morte.. va, mas continuem.. é assim mesmo.. viva MORTE, MATEM MATEM MATEM. Se voces existem é porque as vossas maes nao abortaram, mas no futuro voces hao-de sentir remorsos de terem votado SIM. Ha-de vir o dia em que se irao arrepender. n percebo como este povo portugues foi capaz de descer a tao baixo nivel. se gostam tanto de ser ASSASSINOS e votaram para isso, porque tb n exigem um proximo referendo sobre tornar a lei legal de se conduzir a mais de 200 km/h nas ruas? porque não tambem, exigem uma nova lei que seja permitido MATAR? apesar de ja ser.. POVO HIPOCRITA. CHORAM A MORTE DE CRIANÇAS COMO A JOANA E OUTROS, E AGORA APOIAM A MORTE DE TANTAS OUTRAS CRIANÇAS DENTRO DA BARRIGA DA MAE.
De Ana a 13 de Fevereiro de 2007 às 09:49
É verdade que às 10 semanas o Ser Vivo que está dentro do corpo da mulher não pode sobreviver sem estar lá dentro, mas não deixa de estar vivo. Podem-lhe chamar células, feto ou embrião, mas se não estivesse vivo, o próprio corpo arranjaria uma forma de o expulsar.
Sim, conheço mulheres que tiveram de abortar, não por quererem mas porque não havia viabilidade de sobrevivência do feto ou da mãe. E essa situação é muito dolorosa.
Mas a decisão não pode ser só da mulher, e o pai? Só deve ser responsabilizado depois do bebé nascer? Ele tem um papel fundamental na concepção, não deve ele também ter um papel activo na decisão? Um bebé (ou feto ou célula ou embrião) não é exclusivo da mulher.
A mulher tem o dom de poder dar a vida a outro ser, será justo ter o direito a acabar com essa vida?
De Joaquim a 13 de Fevereiro de 2007 às 12:05
Estes defensores do Não são obtusos.
Não é uma questão de ter ou não direito. É uma questão de reduzir os abortos clandestinos, e as humilhações das mulheres que a determinada altura da sua vida se veem obrigadas a este acto de desespero, ou até, com uma consulta prévia, tentar evitar o aborto.
Mas isto é uma questão de liberdade, algo que à direita lhes faz muita confusão.
Mas o argumento, e convém referir isto, porque o futuro me dará razão, de que os abortos vão aumentar, é um argumento mentiroso, porque por agora, o número oficial de abortos, com excepção do que está agora previsto na lei, e nos processos que decorrem, é de zero abortos, porque eles são clandestinos.
Viva a liberdade. Abaixo a hipocrisia.
De Ana a 13 de Fevereiro de 2007 às 14:08
Bem, caso não tenha conhecimento, em todos os países cujo aborto é legalizado, num prazo de 5 a 10 anos o aborto aumentou e não estou a falar de um ano para o outro, estou a falar de 5 a 10 anos depois de ter sido legalizado.

Em vários países, inclusive, estão a pensar em reduzir a legalização...

Já agora, tem conhecimento que apenas 10% dos abortos são efectuados nas 1ªs 12 semanas? (10% dos abortos em todos os países que legalizaram o aborto até às 12 semanas)
De Joaquim a 13 de Fevereiro de 2007 às 16:23
Não use argumentos falsos.
Veremos no futuro se iram existir tais alterações que fala.
E para que saiba, mais de 50% dos abortos são feitos antes das 10 semanas.
Responda-me a uma questão:
se alguma familiar sua fizesse um aborto, tería sua EXCELÊNCIA coragem de a denunciar?
Tenham vergonha.
Não abuse da hipocrisia.
De Anónimo a 13 de Fevereiro de 2007 às 22:49
Respondo-lhe eu: teria tanta quanta você teria se um filho seu, a sua mãe ou o seu pai ou alguém que amasse muito cometesse um crime. Não era por amar essa pessoa que ela deixaria de ter cometido um crime. E, por muito que nos doa, a lei aplica-se a todos sem excepção, para bem de todos também...
De Joaquim a 14 de Fevereiro de 2007 às 11:23
A diferença é que eu não considero o aborto um crime. Se um familiar meu cometesse um crime grave, não ficaria de consciência tranquila enquanto ele não respondesse por tal acto. Ainda acredito na nossa justiça. O que lhe digo a sí, é que considerando você o aborto como crime, não tería coragem para o denunciar tratando-se de um familiar seu.
Não sejam hipócritas.
Seus salazaristas.
Humilhadores.
De Anónimo a 15 de Fevereiro de 2007 às 21:44
De gravidade bem maior do que uma eventual humilhação da mulher(que ainda por cima só raramente acontece) é a morte inevitável e irreversível causada pelo aborto do seu filho. Como é possível que se não veja a monstruosidade desta opção?
De Modesto Melo Martins a 24 de Fevereiro de 2007 às 18:00
EU TAMBÉM FIQUEI CHOCADO

Mas contrariamente ao Caro Ludgero, eu nunca vi em alguma vitória política uma alegria tão amarela! É que a morte não existe no subconsciente humano e, por isso, aqueles que festejaram a vitória do SIM bem sentiam nos seus subconscientes que não tinham nada para festejar !
Que digam tudo quanto quiserem que nunca acreditarão em si mesmos .
A única coisa que eu não compreendo é que alguém que vota porque (duramente falarei) não foi abortado e por isso vive e vota , se reclame do direito de impedir que alguém,nasça evocando as raz es
que entende . Alguns são laicos mas julgam-se deuses e outros se são crentes saibam do que os
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

EU TAMBÉM FIQUEI CHOCADO <BR><BR>Mas contrariamente ao Caro Ludgero, eu nunca vi em alguma vitória política uma alegria tão amarela! É que a morte não existe no subconsciente humano e, por isso, aqueles que festejaram a vitória do SIM bem sentiam nos seus subconscientes que não tinham nada para festejar ! <BR>Que digam tudo quanto quiserem que nunca acreditarão em si mesmos . <BR>A única coisa que eu não compreendo é que alguém que vota porque (duramente falarei) não foi abortado e por isso vive e vota , se reclame do direito de impedir que alguém,nasça evocando as raz es <BR>que entende . Alguns são laicos mas julgam-se deuses e outros se são crentes saibam do que os <BR class=incorrect name="incorrect" <a>dignatários</A> </A></A>das doutrinas confessas.. <BR><BR>Se esta é a modernidade eu es fico-mre com os por- <BR class=incorrect name="incorrect" <a>tugueses</A> </A></A>que andaram pelo Mundo com a cruz de Cristo, tolerantes e universais , decerto cometendo erros como a restante humanidade , mas <BR>sempre certo de que seis muito pouco para a todos julgar no tempo e no espaço. <BR><BR><BR>Como dizia o Padre António Vieira : "ou é o sal que não salga ou esta terra se não deixa salgar!" <BR><BR>Com os melhores cumprimentos. <BR><BR><BR>Modesto Melo Martins <BR><BR><BR><BR><BR><BR>

Comentar post

.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links