.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

De cedência em cedência se chega à decadência

«O número de abortos legais na Rússia ultrapassa o número de nascimentos,
num país com uma das mais liberais legislações sobre a interrupção
voluntária da gravidez e que foi o primeiro a legalizar a prática, em 1924.

Estatísticas de 2005 indicam que o número de abortos em instituições médicas
legais se situou entre os 1,7 e os 1,8 milhões. No mesmo ano registaram-se
entre 1,4 e 1,5 milhões novos nascimentos.

Segundo a Lei sobre a Protecção da Saúde dos Cidadãos de 22 de Julho de
1993, praticamente não existem barreiras à realização de abortos na Rússia.
O aborto pode realizar-se até às 12 semanas de gravidez a pedido da mãe ,
podendo esse prazo prolongar-se até às 22 semanas por "razões sociais".»

http://blogs.publico.pt/darussia/
publicado por comunidade às 09:29

link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De luis v a 31 de Janeiro de 2007 às 12:29
Uma situação muito diferente e uns prazos limites para a IVG muito diferentes que fazem este post perder o interesse para a discussão.
De Pedro Gomes a 1 de Fevereiro de 2007 às 08:59
Estas pessoas que falam verdade são chatas não são, sr. luis v ?
Anda aqui um gajo a inventar coisas para levar as pessoas a votar Sim e depois aparecem estes a estragar tudo, tá mal.
De luis v a 1 de Fevereiro de 2007 às 12:56
Mas você não tem argumentos? É só boquinhas e insinuações?
De Pedro Gomes a 2 de Fevereiro de 2007 às 11:51
Não sou eu que ando aí de post em post a ofender todas as pessoas que votam Não.
E desafio todas as pessoas a verem os outros post's para verem o tipo de linguagem que o sr. luis v usa para todos os que não têm a sua opinião.
Além de mal educado é mentiroso.
De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2007 às 12:27
Pois parece-me que quem é mal educado é o sr. O Luis v apenas dá a sua opinião e bem argumentada. Ainda não li nada da parte dele que fosse ofensivo. Já o sr...
De luis v a 4 de Fevereiro de 2007 às 05:21
Agradeço ao anónimo a reposição da verdade.
De GIL a 4 de Fevereiro de 2007 às 14:26
De GIL a 1 de Fevereiro de 2007 às 00:58
Votar SIM, é deixar à mulher com todas as suas faculdades, decidir o que fazer da sua vida, do seu corpo, é deixa-la decidir em consciência. Votar NÃO, é impor uma vontade própria aos outros, é não permitir que a mulher decida em liberdade de consciência, sujeitando-se às decisões das vontades dos outros. Eu voto pelo SIM. Quem sou eu para decidir sobre esta ou aquela mulher?
O SIM não obriga ninguém a abortar.
O NÃO vai obrigar a mulher a não poder decidir.
GIL

De lastpoet a 5 de Fevereiro de 2007 às 18:25
A minha liberdade não começa onde a do outro ser acaba.

Comentar post

.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links