.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006

Aborto nestes termos - não.... nunca

Como Pai não posso concordar nem nunca concordarei em capitular perante uma vida que ajudei a gerar se hou ver lugar á interrupção da gravidez não pode ser só com o consentimento da mulher para todos os efeitos o filho tambem é do pai e este TEM que ter uma palavra a dizer. Será que os homens andam a dormir ou então as mulheres já fazem os filhos sózinhas.
publicado por comunidade às 09:48

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Eu digo NÂO!!

Amigos,

Primeiro esta-se a tratar de um assunto delicado e complexo de uma forma superficial e leviana, senão vejamos:

1º - De que se trata um aborto?
R: Da interrupção á viva de um SER HUMANO!

2º - Esse ser humano teve poder de decisão?
R: Não!

3º - Do ponto de vista economico, não será mais dispendioso um aborto que um método contraceptivo?
R: Não creio!

4º - De que forma poderá avaliar a Justiça Portuguesa o facto de prender alguem que matou possivelmente em legitima defesa alguem que em principio se poderà defender, e fecha os olhos a alguem que mata quem não se pode defender?
R: Perderá toda a legitimidade, credibilidade e deverá soltar todos os reclusos presos por assassinato!

5º e ultimo - Fala-se tanto de direitos humanos, de jenucidios, de catastrofes humanitarias ás quais somos todos tão sensiveis, e deveremos se-lo, e, contudo pactuamos com o assassinato de seres humanos que não se podem defender e que não têm culpa alguma de terem sido gerados?
R: A nossa sensibilidade humana vai de encontro com os n/interesses privados, se nos é indiferênte ou não nos toca temos a nossa sensibilidade humana no mais alto dos valores, se nos afecta directamente somos piores que Hossama Bin Laden, Husseim ou Bush, para quem vale tudo em nome de interesses privados!

Resumo: Pensem todos um pouco, e, não sejamos todos cumplices da despenalização dos assassinatos dos inocentes, se nossos pais tivessem feito o mesmo, hoje não estariamos aqui todos a discutir o direito á VIDA!!!



Cumprimentos
Jorge Moreira
publicado por comunidade às 09:36

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Igualdade

Não sou uma pessoa contra a interrupção voluntária da gravidez, mas vou ter que votar NÃO neste referendo.

A minha principal razão para votar NÃO é que todas as razões que são apresentadas para a IVG a pedido das mulheres, também são as mesmas que qualquer homem apresentaria para não querer ter filhos.

Acontece que apesar da nossa constituição dizer que ninguém pode ser descriminado em função do sexo, efectivamente a IVG vem dar um direito à mulher que nenhum homem algumas vez poderá vir a ter. É obvio que não acho que um aborto possa ser feito a pedido do pai, mas já hoje qualquer mulher pode dar o seu filho para adopção, mas o mesmo não é possível aos homens.

Porque será que ninguém tem interesse em que os homens tenham este direito?

Será porque ainda dá jeito que assim seja, para se conseguir caçar alguns homens?

O nosso país é conhecido pelo fraco desempenho na matemática, será por isso que a maioria das pessoas não sabe o que quer dizer igualdade?



Esta é a única razão que me leva a votar NÃO, porque os direitos devem ser iguais.

Não é um lado tem direitos e o outro obrigações.
publicado por comunidade às 08:32

link do post | comentar | favorito

despenalização do aborto

A IDEIA DE ABORTAR...

A questão primeira e essencial do aborto está precisamente na própria
IDEIA. Ora, um pensamento, qualquer que ele seja, existe já antes de passar no
cérebro humano. Forçosamente! De outro modo jamais poderíamos ter determinado
pensamento ou ideia. Não saberíamos distinguir o bem do mal nem seríamos
livres, para poder optar. É irracional supor que podemos pensar "o que antes
não existia", tanto quanto irracional também será supor que do nada podemos
tirar alguma coisa (a denominada "invenção" -- ter "a ideia" de algo
-- também não é senão a manifestação daquilo que apenas estava oculto ou
não tinha ainda chegado à mente humana). Cada um tem certamente a liberdade
de pensar como quer, mas é esforço vão e inglório esgrimir contra a
própria Razão...
Portanto, a IDEIA de abortar, que, na verdade, existe já antes de alguém
pensá-la e tê-la no seu cérebro, logicamente, é captada de uma FONTE. Ora,
sendo uma evidência logo que essa ideia não é inspirada por Deus (Ele
dá-nos a vida!), qualquer pessoa de mediana inteligência facilmente
compreende que ideia da INTERRUPÇÃO VOLUNTÁRIA DA GRAVIDEZ é perversa e vem
do Diabo. O cérebro humano é como um televisor: tudo capta de determinada
fonte e consoante a "sintonização", porque, indissociavelmente, aquilo
que pensamos existe já antes de o pensarmos. Por isso é que o bem que uma
pessoa faz vem sempre de Deus e, ao invés, o mal é inspirado pelo Maligno. O
discernimento, a atenção e a vontade de cada um de nós são determinantes.
Uns servem mais a Deus; outros, a Satanás. E com o correr dos anos, muitas
vezes, as pessoas mudam...
Resumindo: Quanto maior for a prática abortiva no mundo, tanto mais (também
através dela) o poder do Diabo crescerá sobre a sociedade e a própria
Natureza. A grande Madre Teresa de Calcutá explica isso muito bem. O ABORTO
representa um (inconsciente) sacrifício de sangue oferecido a Satanás. Vocês
sabem o que acontece a quem serve uma máfia da droga e depois tenta sair dela?
Ora, os que fazem aquilo que o Diabo inspira ficam sujeitos a uma perseguição
imensamente mais feroz e implacável quando dele se querem libertar! E com certa
legitimidade, diga-se, pois dele recebem também, durante anos, muitos prazeres,
comodidades e mesmo fama e glória. O Diabo tem "em boa conta" até as
pessoas que encolhem os ombros perante o crime abominável do aborto...

Rui AC, aluno de Jesus
publicado por comunidade às 00:22

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2006

...

NÃO ao aborto!

As pessoas têm que ter consciência que estamos a falar de vidas humanas e não de uma coisa qualquer que se não querem podem deitar fora. Se não querem e não têm possibilidade para ter filhos não os façam existem imensos contraceptivos, se foram vítimas de violação ou se não querem cuidar desses filhos dêem-os para a adopção, porque infelizmente há cada vez mais pessoas que não podem ter filhos e adoptam essas crianças. Como vêm existem sempre outras opções para além do aborto. Eu não percebo como é que dizem que não têm possibilidades económicas para criar um filho, mas têm para fazer um aborto que deve ser carissimo.
O aborto não é nada mais nada menos do que um homicidio e as pessoas que cometaram esse crime deviam ter vergonha de o admitir.
Por isso votem não à despenalização do aborto.
publicado por comunidade às 21:17

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sim à legalização das abortadeiras

Claro que muitas destas pessoas do SIM já têm contrato de trabalho com as clinicas espanholas para abortadeiras da malta mais rica e fina, é a crise do mercado de trabalho, se pudessem inclusivé aproveitavam a boleia e recebiam pedidos para abater alguns rapazes e raparigas que não deviam ter nascido porque as mães não os queriam.

Grande parte desta gente é na generalidade contra a juventude e os mais novos, são aqueles pais que não ligam meia aos filhos, que são completamente abandonados à sua sorte e caiem no abandono escolar, drogas, prostituição e gamanço, coitados dos miudos, cada vez mais são despresados e considerados como um custo, não como um contributo para a felicidade do casal (os casais paneles não têm filhos, não é curioso ??) e valorização para a sociedade.

Faz parte da lógica actual também para legalização das touradas, dos casais paneles, da ideologia da violência e da guerra, desvalorização dos referenciais dos valores morais que devem reger asociedade.

Força abortadeiras e paneles espanholas, força gays e put...., força drogados, ladrões e vigaristas, pelo abandono escolar, porrada para os professores e alunos, contra os padres e a Igreja, pelo chuchas (coitado !!!!) e os aldrabões que governam o País, meus senhores por mais que digam, o NÃO vai voltar a ganhar.
publicado por comunidade às 20:16

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

...

Vivo numa comunidade democratica e nada posso fazer senão aceitar as opiniões dos meus semelhantes.
Muito sinceramente ja fui contra o aborto, mas hoje digo sem qualquer dúvida que vou votar a favor da despenalizaçao. É inútil pensar que o governo deveria canalizar todo o dinheiro que vai gastar em todo os equipamentos físicos e humanos necessários se o sim ganhar e transformá-lo em ajudas de custo para as familias numerosas....para as instituições de caridade...pura utopia!
O que posso dizer é que neste país existe uma grande ignorância nâo das pessoas que optam por fazer um aborto ( nao acredito o façam porque lhes apetece), mas sim das pessoas que pensam que é sempre possivel ter um filho nos tempos que correm. Fechem os olhos, vejam-se a viver num quarto sem condiçoes ou até numa casa com todas a comodidades, juntem-lhe um companheiro alcoolico que as agridam quando chega a casa porque o arroz esta mal cozido ou um companheiro que chega a casa cansado de trabalhar para trazer para casa um ordenado mínimo....Quais são as condições que uma criança vai ter em termos de qualidade de vida??? Eu não quero nem posso julgar ninguém pelas decisões que tomam e acho de uma extrema crueldade chamarem-nas de assassinas. Um dia também vamos ter filhos netos e não sabemos o que a vida nos reserva, por isso nunca cuspam para o ar porque vos pode cair em cima. Chega de hipocrisia e de cinismos e deixar que a liberdade de escolha impere e que as consciencias se iluminem. Quem nunca pecou que atire a primeira pedra...eu nao atiro...porque peco todos os dias.

Mónica Silva
publicado por comunidade às 19:54

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Eu Voto CONTRA...

A verdade é esta: Se a minha mãe tivesse feito um aborto eu não tinha nascido.
Então o nosso país tem cada vez menos contribuintes, as nossas escolas estão a fechar por falta de crianças, ainda vamos acabar com elas?

Será justa uma Lei que aprove tirar a vida a um ser humano?

Li um dia destes num jornal diário que o aborto custará 20 milhões ao Estado, não seria melhor aplicar esse valor para subsidiar as famílias mais numerosas? Para aumentar o abono de família, etc...

Dessa forma daqui a 20 anos teria-mos mais pessoas a pagar impostos, que seriam mais leves para cada um.

Matar a vida de um feto indefeso, será um peso na consciencia de quem a tem.

Teófilo Cunha.
publicado por comunidade às 19:50

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

A favor da Vida!

Olá a todos!
Tenho 18 anos e sou claramente a favor da NÃO despenalização do aborto!
Vários são os motivos que me iram levar no dia 11 de Fevereiro a votar no
não.
* Primeiro motivo: como já se foi dito, é um assunto, que, na minha opinião,
só diz respeito à mulher. Afinal, somos nós quem "carregamos" durante 9
meses uma vida humana, depois porque, também somos nós quem sofremos, quer
durante a gravidez e parto;
* Segundo motivo: se consideramos um crime alguém matar outro ser humano,
porque não vamos agora despenalizar o aborto?! Quem tem o direito a tirar a
vida a um ser humanos?! Para mim, ninguém!
* Terceiro motivo: tal como já foi referido, e que tal em vez de se gastar
esses milhares de euros na Campanha do Aborto, porque não se gasta no que
realmente o país precisa?! Em melhoramento de hospitais e maternidades,
escolas (um bom exemplo é a minha "maravilhosa" escola secundária, em que
chove lá dentro, sem aquecimentos e com pessimos materias audovisuais, e que
infelizmente é um mal neste país!), em procurar soluções para ou
desempregados, ou seja, em soluções para este país!
* Quarto motivo e que é talvez o mais importante (a meu ver): hoje em dia só
fica gravida quem quer! Com tanta informação... E que não venham com a
desculpa de que foi do momento... "foi tudo muito rápido, não deu tempo!"...
isso são tudo desculpas!
Por tudo isto, eu digo: "Não ao aborto! A favor da vida!"




----- Finalizar mensagem reenviada -----
publicado por comunidade às 19:34

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Sim, á Despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez!

Se há existem causas pelas quais me apaixonei, a INTERUPÇÃO VOLUNTÁRIA DA GRAVIDEZ é uma delas!

Não sendo mulher, lutei e lutarei com as “armas” que tiver ao meu alcance, para acabar com a hipocrisia deste pais á beira-mar plantado, por isso faço pela segunda vez um post sobre este tema!

Antes de mais dizer-vos que não percebo este referendo!Se existe uma maioria de Deputados que estão a favor da DESPENALIZAÇÃO DA INTERUPÇÃO VOLUNTÁRIA DA GRAVIDEZ (PS, PCP, BE), não seria lógico os mesmos votarem a lei e resolver a questão de uma vez por todas!?

Mas não! O Partido Socialista, que se diz defensor da despenalização e se auto intitula defensor da Mulher, preferiu aprovar o referendo e chumbar uma lei que defendia a mesma! Não se percebe esta atitude! Porque se troca o certo pelo incerto? Haverá aqui algo mais que a defesa de uma causa? Fica a questão no ar!

Assim sendo, e voltando ao referendo, a questão a ser posta será similar ao do referendo passado e haverá novamente duas respostas possíveis o “SIM” e o “NÃO”.

Ao votar “NÃO” estarão a contribuir para a continuação do aborto clandestino e do seu chorudo negócio, estarão a chamar assassinas às cerca de 190 mil mulheres que como último recurso recorrem ao aborto clandestino e com isto a condena-las a prisão, estarão do lado da hipocrisia, estarão que nem avestruzes a enfiar a cabeça na areia e a acobardarem-se perante este problema social.

Ao votar “SIM”, estarão a lutar pela saúde, pela vida e pela dignidade das mulheres, estarão a lutar contra a hipocrisia, estarão a respeitar o direito e a liberdade de optar e sobretudo estarão a ser tolerantes.

O que se vai referendar não é a vida, como alguns virão à praça pública defender de forma sensacionalista, utilizando argumentos demagogos, hipócritas e falsos.
Vai referendar-se uma lei que despenaliza a interrupção voluntária da gravidez, nas primeiras 10 semanas, por opção da mulher, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado, mais nada!

Quanto aos defensores do “NÃO” assomam-me algumas questões que gostaria de ver respondidas, e que até á data em discussões que tive ainda não consegui ver respondidas:

- Será que aqueles que defendem o “NÃO” sabem que nenhum método contraceptivo é 100 % eficaz?

- Será que aqueles que defendem o “NÃO” sabem que o aborto clandestino existe?

- Será que aqueles que defendem o “NÃO” sabem que o aborto clandestino é a 2ª causa de morte materna e a 1ª de infertilidade das mulheres?

- Aqueles que defendem o “NÃO”, e que nunca defenderam o planeamento familiar nem a educação sexual porque é que só o fazem agora?

Deixemos de ser hipócritas, preocupemo-nos com os zézinhos que sofrem nos dias de hoje os reflexos de uma sociedade intolerante, egoísta e hipócrita!

SIM, pela saúde mas mulheres!!!
SIM, por uma maternidade e paternidade conscientes!!!
SIM, pelo planeamento familiar e pela educação sexual!!!

SIM,PELA DESPENALIZAÇÃO DA INTERUPÇÃO VOLUNTÁRIA DA GRAVIDEZ!!!
publicado por comunidade às 19:33

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

A Hipocrisia é muito linda!!!!

Bom...depois de ter passado uma revista na diagonal sobre as opiniões aqui deixadas, só me leva a concluir que ainda ninguém chegou ao cerne da questão, ou seja, a grande questão não é se são ou não a favor da despenalização do aborto!!!!!!
Ora pensem (por um bocadinho que seja), independentemente de haver pessoas que publicamente afirmem que são contra esta medida por razões católicas, por principio, convicção ou até mesmo trauma, e mesmo tendo em conta a constituição actual, não quer dizer que mesmo assim não hajam nem deixem de haver abortos, porque eles serão sempre feitos desde que haja necessidade para tal, e agora sim coloca-se a grande questão:
- Mesmo sabendo que se fazem abortos ilegais, e que as mulheres colocam a sua vida em risco ao fazerem-no sem condições de higiene e segurança, acha que não seria mais correcto despenalizar este acto e criar locais próprios para tal, para que se acabasse com os abortos de fundo de escada, ou será melhor vivermos na hipocrisia com a nossa consciência, dizendo que não compactuamos com a morte de uma criança....pois é....é mais fácil...mas não nos esqueçamos de um ponto muito importante, é que apartir desse momento iremos sim compactuar com a morte não de uma criança, mas sim de uma criança e a sua Mãe, porque ao dizermos NÃO, tal como já acontece, os abortos ilegais não vão desaparecer, e quem não concordar que não os faça, mas que ao menos dê o contributo para quem os quiser fazer, os faça com dignidade!
Por isso, se são católicos ou outra coisa qualquer, ponham a mão na consciência e pensem, porque a questão não é decidir se fariam um aborto ou não, mas sim se são capazes de contribuir para dar melhores condições a quem os faz....e já agora, não pensem que o referendo muda a vontade de ninguém, porque independentemente de ser SIM ou NÃO, não vai ser isso que vai contrariar a decisão que se tenha que tomar numa altura dessas, porque mais uma vez refiro que isso é uma vontade pessoal e não pode ser julgada por ninguém, a não ser pela própria....deixem-se de hipocrisias!!!!!

Pedro Lourenço
publicado por comunidade às 19:15

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

A favor da vida!

Olá a todos! Tenho 18 anos e sou claramente a favor da NÃO despenalização do aborto! Vários são os motivos que me iram levar no dia 11 de Fevereiro a votar no não.
* Primeiro motivo: como já se foi dito, é um assunto, que, na minha opinião, só diz respeito à mulher. Afinal, somos nós quem "carregamos" durante 9 meses uma vida humana, depois porque, também somos nós quem sofremos, quer durante a gravidez e parto;
* Segundo motivo: se consideramos um crime alguém matar outro ser humano, porque não vamos agora despenalizar o aborto?! Quem tem o direito a tirar a vida a um ser humanos?! Para mim, ninguém!
* Terceiro motivo: tal como já foi referido, e que tal em vez de se gastar esses milhares de euros na Campanha do Aborto, porque não se gasta no que realmente o país precisa?! Em melhoramento de hospitais e maternidades, escolas (um bom exemplo é a minha "maravilhosa" escola secundária, em que chove lá dentro, sem aquecimentos e com pessimos materias audovisuais, e que infelizmente é um mal neste país!), em procurar soluções para ou desempregados, ou seja, em soluções para este país!
* Quarto motivo e que é talvez o mais importante (a meu ver): hoje em dia só fica gravida quem quer! Com tanta informação... E que não venham com a desculpa de que foi do momento... "foi tudo muito rápido, não deu tempo!"... isso são tudo desculpas!
Por tudo isto, eu digo: "Não ao aborto! A favor da vida!"
publicado por comunidade às 19:15

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

ABORTO

Concordo com o aborto, para aquelas mulheres que por algum motovo não o puderam evitar.. e nos casos de violação.
publicado por comunidade às 19:13

link do post | comentar | favorito

Despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez

Muitas das pessoas que estão contra a despenalização da interrupção voluntária da gravidez certamente estão de acordo com a pena de morte existente em alguns países! É pema que assim seja pois o conceito de crime está muito por baixo nessas pessoas.
publicado por comunidade às 19:11

link do post | comentar | favorito

Despenalização da IVG

Sim, sou a favor da despenalização da IVG e contra a hipocrisia, tanto de
homens e mulheres que se arrogam o direito de ajuizar e sentenciar a vida
dos outros, nas suas opções e dificuldades.

Se fosse obrigatório fazê-lo, seria contra essa prepotência. Como não é,
porque tantos querem impor aos outros o que, se calhar, já fizeram ou foram
cúmplices e ou mandantes? Será que alguma mulher toma uma decisão dessas,
quando o seu corpo já está a preparar-se para gerar uma nova vida, de ânimo
leve? Creio que nenhuma anda a brincar com essas situações que deveriam
merecer mais respeito por falsos moralistas, pois em nada contribuem com a
sua atitude pouco humana e tolerante para quem, nessa altura, precisa de
tudo menos de humanos auto julgadores das dificuldades alheias.

São úteis campanhas de boa fé para auxiliar os que estão em dificuldades e
dispensáveis as que querem contribuir para maior sofrimento. Será que têm
noção do que trata a ecologia?
publicado por comunidade às 19:09

link do post | comentar | favorito

Aborto??? NÃO AO ABORTO...

Aborto??? NÃO AO ABORTO...

NÃO AO ABORTO, sou CONTRA, porque os bebés têm direito à VIDA. Se eles vêm
à "vida" é porque necessitam de vir, penso eu.
Já pensaram que se os nossos Pais por algum motivo tivessem feito o Aborto
nenhum de nós estaria aqui a expressar a nossa opinião? Eu penso que TODOS
aqueles Bebés, "perfeitos" ou "imperfeitos" (digo "perfeitos" ou
"imperfeitos" fisicamente, agarrando-me aquela ideia de que as Nossas Mães
dizem quando se lhes pergunta, então o que vem aí? E Elas respondem que ainda
não sabem o sexo do Bebé, mas que o importante é que venham perfeitos, com 5
dedos em cada mão, com as pernas e os bracinhos perfeitos, enfim sem qualquer
deficiência física) devem vir ao Mundo.
Eu acredito que não temos o Direito de decidir sobre a Vida daqueles Bebés que
ainda estão no ventre das Mães, desculpem-me mas apenas friso a minha
opinião. Digo mais, NÃO TEMOS o Direito de decidir sobre a vida de
ninguém...
Mozart, Beethoven foram grandes "Individualidades" na Música, ainda hoje
nos brindam com a sua Música, segundo o pouco que sei Eles foram
"imperfeitos", eram surdos, com esta ideia apenas quero dizer que com um
aborto podemos MATAR uma "Individualidade" (um crânio em gíria), mas sem
duvida - aos meus olhos - fazendo um Aborto vamos MATAR um Ser Humano,
aquele que se encontra DESPROTEGIDO no ventre materno. LUTEMOS PELA VIDA!!!...
Acabemos com o Aborto e outras Injustiças...
Lutemos pela VIDA, Lutemos pelo AMOR Fraterno, aproveitemos esta quadra para
não darmos tanto e sim doarmo-nos mais, quero dizer que devemos esquecer os
Bens Materiais e nos devemos doar mais ao Próximo, uma palavra Amiga, um
Sorriso, um CARINHO...
Aqui expressei a minha opinião, sem criticar o julgar opiniões diferentes da
minha.

Um Santo e FELIZ NATAL para TODOS e Boas saídas e MELHORES entradas neste ano
de 2007.
SIM, VOTO CONTRA,

Pedro Pereira
publicado por comunidade às 19:07

link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito

EU VOTO SIM

*10 razões para votar "Sim"



* 1. *Esta lei persegue e humilha as mulheres*

– Nos últimos anos, dezenas de mulheres passaram pela humilhação dos
julgamentos. Perante toda a gente, a sua vida privada foi devassada e
escrutinada, juntamente com maridos, namorados ou pais. Algumas das
mulheres que estão a ser julgadas já estão grávidas ou têm filhos
desejados, a quem têm de explicar porque vão a tribunal. Portugal é o
único país da Europa onde esta vergonha continua.

2. *O Aborto Clandestino é um grave problema de Saúde Pública*

– De acordo com a Organização Mundial de Saúde, já várias mulheres
morreram em Portugal por causa de abortos clandestinos. Milhares de
outras ficaram com sequelas psicológicas e físicas, incluindo a
esterilidade permanente. Todos os anos, milhares de mulheres chegam às
urgências dos hospitais com hemorragias e complicações várias
decorrentes de abortos clandestinos feitos em condições deploráveis.

3. *É mais fácil combater o aborto se a lei for alterada*

– Actualmente, as pessoas que recorrem ao aborto clandestino não tem
qualquer espécie de acompanhamento. Se o aborto se realizar em
estabelecimentos de saúde legais, implicará consultas de
acompanhamento, planeamento familiar e educação sexual, que contribuem
para minimizar a possibilidade de uma nova gravidez indesejada.

4. *A despenalização não obriga ninguém*

– As duas opções deste referendo não são simétricas: Quem defende a
despenalização, defende que todas as mulheres possam decidir de acordo
com a sua consciência. Quem defende o "não", defende o julgamento e a
prisão dos que não partilham os seus valores.

5. *Não há métodos contraceptivos 100% seguros*

– Isso quer dizer que nenhum casal sexualmente activo, por muito
informado e cuidadoso que seja, está livre de se confrontar com uma
gravidez indesejada. Pode acontecer a tod@s. É por isso que é
importante que, cada um e cada uma possa decidir como agir numa
situação dessas.

6. *A maternidade e a paternidade devem ser escolhas conscientes
e responsáveis*

– A maioria das mulheres que recorrem ao aborto já são ou querem vir a
ser mães. A maternidade e paternidade exigem condições emocionais e
económicas, de estabilidade relacional e profissional, que permitam
aos pais dar o melhor de si aos seus filhos. Defender a escolha é
defender uma maternidade e uma paternidade conscientes e responsáveis.

7. *As dez semanas permitem a qualquer mulher identificar a gravidez*

– Sendo o aborto despenalizado até às duas semanas, nenhuma mulher que
não deseje essa gravidez, a deixará arrastar. Os números mostram que,
nos países em que a lei permite um período de escolha, na esmagadora
maioria dos casos, o aborto é realizado numa fase inicial da gestação
e por via médica e não-cirúrgica.

8. *Os países com melhor educação sexual e planeamento familiar
despenalizaram o aborto*

– Não há contradição entre a educação sexual, o planeamento familiar e
a despenalização do aborto. Antes pelo contrário, os países com
melhores práticas e indicadores ao nível da educação sexual e
planeamento familiar são todos países que despenalizaram o aborto.

9. *O aborto clandestino afecta em particular os mais desfavorecidos*

– São as mulheres que têm menos informação e menos recursos, as mais
jovens e sozinhas que recorrem ao aborto de vão de escada e ao
auto-aborto. E são também as mais vulneráveis à perseguição judicial.

10. *Este é um problema de tod@s*

– Há oito anos, o "Sim" perdeu por falta de comparência. Muitos
consideraram que o problema não era seu. Outros acreditaram nas
sondagens que davam vantagem ao "Sim" e não se preocuparam. Não deixes
que outros decidam por ti.
publicado por comunidade às 19:03

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Opinião - Referendo do Aborto

Curiosidades!

O que mais me desagrada na maior parte das opiniões sim, que são manifestadas
um pouco por todo o país, é a considerável falta de informação. Não votem
sim porque é moda, ou porque os países ditos mais desenvolvidos já atingiram
esse patamar de modernismo... e nós coitadinhos temos que acompanhar... VOTEM
COM CONSCIÊNCIA! E aqui vão duas curiosidades interessantes: Norma McCorvey
que iniciou a batalha legal que levou à despenalização do Aborto nos EUA
está "profundamente arrependida". Desde essa altura, 43 milhões de crianças
foram abortadas. E para aqueles que usam o argumento: "Liberalizar porque legal
ou clandestinamente o aborto é sempre feito", importa mostrar que isso é uma
profunda mentira. Um estudo revela que apenas 4% daqueles 43milhões de abortos
teriam ocorrido se a lei o proibísse.

E uma vez que se admite gastar dinheiro dos contribuintes para isso (já
agora... alguém tem noção de quanto é?), porque não canalizá-lo para a
criação de instituições de apoio a crianças? Há tantas outras
alternativas...

ABORTO por opção - NÃO, NUNCA, JAMAIS!

Patrícia, Oeiras
publicado por comunidade às 18:32

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Aborto

No próximo referendo vou votar não.

Vou votar não, porque concordo mais com a actual lei do que com a querem implementar.

Contudo penso que a actual lei podia ser "aprimorada".

Sou a favor da culpabilização do pai, nos casos onde este contribua afirmativamente para a realização do aborto.

Este "contribua afirmativamente" significa, por exemplo, abandonar a mãe e não lhe deixar outro caminho, etc.

Sou a favor da despenalização do aborto até aos 18 anos.

A partir desta idade já não concordo, pois se têm idade para decidir o futuro do país também a devem ter para o seu próprio futuro, embora às vezes não seja fácil.

O aborto só é um problema porque existem duas pessoas que não cumprem as recomendações anticoncepcionais existentes.

Neste referendo vote não.

Um abraço.
publicado por comunidade às 18:28

link do post | comentar | favorito

Eu sou contra o ABORTO !

Eu sou contra o ABORTO, porque não quero que os políticos do futuro, sejam mortos antes de nascer ...

E sabem o motivo disto ?

O motivo é simples... Para ser político é necessário ser "filho de uma mulher de mau porte" , e se todas elas forem autorizadas a abortar, deixaremos de ter gente que nos governam (ou que se governem com o nosso dinheiro) !


....

__________________________________________________
Fale com seus amigos de graça com o novo Yahoo! Messenger
http://br.messenger.yahoo.com/
publicado por comunidade às 18:27

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links