.SIM

-Reacção de José Sócrates(SIC)

-Reacção de Jerónimo de Sousa(SIC)

-Reacção de Francisco Louçã(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo SIM(SIC)

-Especial SIC
Últimas notícias
O Referendo nos Blogs

.posts recentes

. (sem assunto)

. ...

. Bom dia..

. ...

. apoio monetário

. ...

. despenalização do aborto

. Promulgação do Presidente...

. Vigarice

. concordo

.arquivos

. Novembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. aborto

. abstencao

. casal

. celulas

. choro

. condições

. coragem

. crianças

. crime

. debates; sic; aborto

. democracia

. deputados

. desabafo

. despenalizacao

. despenalização

. despenalizado

. despenalizar

. direito

. duvida

. escravatura

. espanha

. estado

. familia

. feto

. governo

. hipocrisia

. igreja

. infértil

. ivg

. jose policarpo

. justica

. legislacao

. menino

. moralista

. morte

. mulheres

. opiniões

. parlamento

. pena morte

. politicos

. portugueses

. ps

. referendo

. vergonha

. vida

. todas as tags

.subscrever feeds

Quinta-feira, 26 de Outubro de 2006

Despenalização

É um facto adquirido de que toda infima noção de vida, daquilo que defenimos como um ser que vive não pode ser questionada nem confrontada por essa prova real. Tudo o que tem vida vive. Sem falsos pudores ou convenções demagogas sejam elas sociais ou religiosas a vida de um ser humano é sem dúvida o bem mais precioso que existe para a humanidade. Para muitos o aborto é um crime moral contra a humanidade. Para outros é um direito que assiste aos pais.
Acima de tudo o conflito que divide a nossa sociedade será sempre um conflito de interesses. Entre a questão moral e a questão prática. E como defenir essa linha é o mais dificil.
Porque o conflito gera-se no ponto do Eu versus Estado. O Eu é a individualidade o direito mais essencial a sua propria decisão à sua liberdade. Tão bem expressa na nossa constituição. Mas o Estado dá e retira essa decisão. Somos seres humanos, contribuintes da nação. Temos direitos e deveres. Acima de tudo somos seres que pensam e decidem o rumo das suas vidas e embora vivamos num todo. Porém não somos formigas. Temos opções e obrigações. A realidade actual da sociedade portuguesa é o espelho da hipocrisia disfarçada de moralidade legislativa.
O Estado trata-nos como números e não como seres humanos. Somos apenas estatisticas na mão de politicos e afins. As condições económicas prevalecem sempre a todos os níveis na decisão do aborto. Não há outro motivo.
Em Portugal em que ainda morrem mães nos partos em hospitais estatais por negligencia não há moralidade para se criticar abortos. Olhem para a Lei Seca nos anos 20. A Proibição nunca prevaleceu sobre a vontade de muitos. E se hoje após um referendo fracassado desde o inicio se fala ainda do aborto. É porque algo tem de ser mudado. Mesmo que isso fira a moralidade de muitos. É a vontade de muitos mais, cidadãos portugueses que prevalece, na decisão e rumo das suas vidas. Sem serem criminalizados por isso numa suposta sociedade democrática.
Quanto ao fecto ser vida. É um facto. Se tem consciência. Provevelmente. Mas até quando se deve fazer o aborto. Será o passo mais decisivo nesta contenda que nos aflige.
Porque a minha indecisão é a de muitos portugueses, Não tenho condições para ter um filho mas fazer um aborto é talvez crime porque está ali uma vida gerada por mim. De qualquer modo a decisão terá de passar por mim e não pelo Estado. Mas até um certo ponto.
É um decisão dificil. Para muitos será contra-natura para outros dará muito jeito. Mas a discriminalização irá com certeza acabar com o negócio, esse sim quase criminoso, gerado pelo próprio Estado, das clinicas esponholas. Por estes factos e outros que não mencionei tudo me leva a crer que despenalização controlada da interrupção voluntária da gravidez talvez seja um mal menor.
publicado por comunidade às 13:56

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.NÃO

-Reacção de Marques Mendes(SIC)

-Reacção de Ribeiro e Castro(SIC)

-Reacção de Movimentos pelo Não(SIC)

.links